Fátima Bernardes diz que fotos com Túlio inspiram mulheres divorciadas: "Suaviza a dor"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Fátima Bernardes no
Fátima Bernardes no "Conversa com Bial". Foto: reprodução/TV Globo

Resumo da notícia

  • Fátima Bernardes conta que fotos com Túlio Gadelha inspiram outras mulheres divorciadas

  • Apresentadora e deputado combinaram como gostariam de expor o relacionamento nas redes sociais

  • Ela conta que os dois viveram "lua de mel de dois anos" até o convívio intenso da pandemia

Fátima Bernardes sabe bem como a curiosidade alheia funciona. Para curtir seu namoro em paz com Túlio Gadelha, a apresentadora do "Encontro" compartilha nas redes sociais vários momentos do relacionamento de 3 anos e 5 meses com o deputado federal. Mas abrir sua intimidade teve um impacto que ela não imaginava: inspirar outras mulheres divorciadas como ela.

"Eu ouvi essa frase muito forte: 'Fátima, eu ainda não vi a luz no fim do túnel, mas eu sei que ela existe. E eu sei disso no momento em que eu olho as suas fotos'. Imaginar que eu tinha o poder de suavizar a dor de alguém e de ter o controle daquilo que a gente quer postar... Então, no início, combinamos isso, de postar o que a gente tivesse vontade. E assim foi, e a gente foi construindo uma história que é acompanhada por muita gente. Eu acho que a felicidade contagia", contou ela, no "Conversa com Bial" da última sexta-feira (16).

Leia também:

Ela lembrou que os primeiros dois anos e meio do relacionamento exigiram equilíbrio do casal, que viviam na ponte aérea entre Rio, Brasília e Recife. "Foi uma lua de mel de dois anos, com encontros de sexta a domingo. Veio a pandemia e os trabalhos online, o que permitiu que a gente tivesse uma convivência muito maior. E a gente se dá muito bem no dia a dia", contou.

No programa, a jornalista também falou sobre sua recuperação de um câncer no endométrio, que a afastou da TV por um breve período em dezembro do ano passado, após descobrir o tumor ao fazer exames de rotina.

"Quando eu ouço 'câncer', essa palavra, parece que não foi comigo. Veio uma força, uma determinação de que as coisas iam dar certo. É assim que eu tenho visto. Elas deram certo", afirmou.

Fátima não demorou a voltar ao batente após a cirurgia. "Por que que eu voltei tão rápido? Por que eu me exigi isso? Não tinha como saber o que era melhor. Fui muito pelo instinto. A gente sabe que, às vezes, a gente passa do limite", admitiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos