Fátima Bernardes chora no retorno ao 'Encontro' após cirurgia: "Vale a pena lutar"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
A apresentadora se afastou do programa para tratar câncer de útero (Foto: Reprodução/Rede Globo)
A apresentadora se afastou do programa para tratar câncer de útero (Foto: Reprodução/Rede Globo)

Fátima Bernardes retornou ao ‘Encontro’ nesta segunda-feira (4) após quase um mês afastada. A apresentadora foi diagnosticada com câncer de útero no início de dezembro e passou por cirurgia para remover o tumor. “É curioso pois estou com uma sensação de reestreia. Volto com a energia renovada e com uma expectativa muito boa”, disse na abertura do programa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A global relatou a luta contra a doença. “Receber essa notícia parece um soco. Um soco que você recebe e não sabe onde vai cair. Mas, no meu caso, eu logo pensei: ‘Como vou me levantar?’”, relembrou Fátima.

Leia também

Ela também refletiu sobre privilégios neste momento e manifestou empatia pelas pessoas que enfrentam dificuldades para tratar o câncer. “Foram quatro dias entre a notícia e a cirurgia. “Graças a Deus eu tenho condições de fazer os exames, o tratamento, Tenho uma gratidão enorme por isso”, afirmou. “Tive muita sorte de ter o olhar atento da minha médica porque não tive nenhum sintoma a não ser um ligeiro espessamento no endométrio. Realmente fui muito abençoada”, completou.

Fátima confessou que ainda está se recuperando do “soco”. “Ainda estou sem entender muito bem”, disse. Mãe dos trigêmeos Beatriz, Laura e Vinícius, ela ainda falou sobre o apoio que teve da família. “Túlio está sempre comigo desde o início, desde a consulta no dia 2. Tive essa ‘enfermagem de luxo’. Minhas filhas estavam aqui, meu filho estava fora [Vinícius mora na França]. Foi difícil para ele pois dei a noticia a distância. Meus pais também convivem comigo, então tive a benção de ter todas essas pessoas comigo. Faz diferença”, explicou. “Vale a pena lutar para ficar bem em todos os aspectos”, completou.

A apresentadora acredita que a pior parte é contar para as pessoas amadas sobre a doença. “Não é fácil contar. o mais difícil é contar para as pessoas que você ama tentando ser forte. Isso é puxado. Tem horas que você dá uma baqueada. Mas nesse momento da baqueada, tive suporte”, relembrou. Ela também citou medo da covid-19. “Fiquei muito angustiada nesse período”, falou.

Transformação

Fátima revelou que ainda não sabe dizer o que mudou em sua vida após o câncer. “Sempre fui medrosa e cuidadosa com a saúde, sempre me cuidei muito bem. Sempre fui ansiosa. E sempre tive muita certeza de que a vida é frágil e rápida, de que casa minuto importa”, refletiu. “Descobri que parar, contemplar e ficar à toa também é uma forma de viver, também pode trazer coisas boas. Tive que aprender a ficar quieta na marra”, relatou.

Choro ao vivo

A global recebeu homenagens de mulheres que enfrentaram o mesmo tipo de câncer e do poeta Bráulio Bessa. Fátima se emocionou e chorou ao vivo. “Acho que já notei outra coisa que mudou: estou mais chorona. Eu sempre me seguro”, disse. Confira:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Veja mais: Leifert ironiza especulações sobre participantes do ‘BBB 21’

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos