Fãs esquecem que Rage Against the Machine sempre foi política e criticam novo show

Tom Morello, vocalista da banda
Tom Morello, vocalista da banda "Rage Against the Machine" em show na cidade de Nova York, em setembro de 2011. (Foto: Andrew Burton/Getty Images)

A banda Rage Against the Machine voltou aos palcos no último sábado (9) em um show realizado em Wisconsin, Estados Unidos, com uma apresentação repleta de protestos contra o fim da lei Roe v. Wade, que garantia o direito ao aborto no país. Após a performance, alguns fãs usaram as redes sociais para reclamar que a banda está se posicionando politicamente.

As críticas começaram após o telão exibir um texto que defende o direito ao aborto legal e seguro no país. "Nascimento forçado em um país onde a mortalidade materna é duas a três vezes maior para mulheres negras do que para as brancas. Nascimento forçado em um país onde a violência armada é a principal causa de morte entre crianças e adolescentes. Abortem a Suprema Corte", diz a mensagem.

Incomodados, alguns fãs usaram seus perfis nas redes sociais para acusar a banda de ter entrado para a “turma da lacração”. “Eles deveriam ficar tocando músicas e fazendo essas coisas. Nada pior do que pagar $$ para assistir a um show e receber uma palestra sobre suas convicções políticas. Estava perto de sair de um show de Marshall Tucker no ano passado, quando ele continuou falando sobre política”, disse um internauta.

O que esse grupo de fãs parece esquecer é que o posicionamento da banda sempre foi político. Rage Against the Machine surge motivado pela herança mexicana e para denunciar em suas letras os casos de xenofobia que já sofreram. Os músicos até utilizam o símbolo do Exército Zapatista de Libertação Nacional, grupo mexicano de guerrilha composto por indígenas.

Rage Against the Machine retorna aos palcos com a turnê “Public Announcement”, que a princípio teria começado em março de 2020, mas foi adiada devido à pandemia de Covid-19. A banda terá 16 apresentações esse ano e passará também pela Europa com a série de shows.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos