Fantasma de Marilyn Monroe esteve presente nas filmagens de "Blonde", diz atriz

O fantasma de Marilyn Monroe fez sua presença ser sentida durante as filmagens de "Blonde", uma cinebiografia fictícia de sua vida, jogando objetos ao redor do set quando ficava com raiva, disse a atriz que a interpretou, Ana de Armas, nesta quinta-feira.

O filme da Netflix, dirigido por Andrew Dominik, terá sua estreia mundial no Festival de Cinema de Veneza, explorando alguns momentos-chave da vida conturbada de um ícone duradouro de Hollywood.

"Eu realmente acredito que ela estava muito perto de nós. Ela estava conosco", disse a atriz nascida em Cuba, que precisou de treinamento de voz para disfarçar seu sotaque espanhol e capturar a essência de Marilyn.

As cenas iniciais foram filmadas no mesmo apartamento onde Marilyn, então chamada Norma Jeane Baker, morava com sua mãe doente mental. A cena da morte também foi filmada na mesma sala onde a famosa atriz havia morrido.

De Armas admitiu que sabia pouco sobre Marilyn, um emblema dos Estados Unidos do Século 20, quando aceitou o papel, mas disse que mergulhou no personagem antes do início das filmagens.

"Ela era tudo que eu pensava, ela era tudo que eu sonhava, ela era tudo que eu podia falar, ela estava comigo e era lindo", disse ela.

"Blonde", que também conta com Adrien Brody e Julianne Nicholson, é um dos 23 filmes que concorrem ao principal prêmio do festival, o Leão de Ouro, que será entregue no dia 10 de setembro.