Famosos repercutem anulação das condenações de Lula na Justiça

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A notícia de que o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a anulação de todas as condenações proferidas contra o ex-presidente Lula pela 13ª Vara Federal da Justiça Federal de Curitiba, foi uma das notícias mais comentadas desta segunda-feira (8). E, claro, muitos famosos também quiseram dar os seus pitacos. Um dos mais animados foi o ator José de Abreu, 74. Ele publicou um vídeo estourando uma champanhe para comemorar. "Dia feliz! O Brasil vai ter o único estadista com capacidade para reconstruir o país destroçado", escreveu na legenda. O influenciador Felipe Neto, 33, também comentou a decisão da Justiça. Ele lembrou que, com isso, o ex-presidente volta a ser elegível e disse que, caso Lula concorra contra Jair Bolsonaro em 2022, deve votar no petista. "Ah, mas, Felipe, você falou em dois mil e não sei quanto que entre Lula e Bolsonaro você teria que votar no Bolsonaro porque não vota em condenado por corrupção", escreveu nas redes sociais, já antecipando que pode ser questionado por alguns seguidores. "Sim, migão, essa é a consequência de estudar e se informar: você muda de opinião", afirmou. "Se até o STF mudou de opinião..." Já o apresentador Luciano Huck, apontado por muitos como possível candidato nas eleições de 2022, não citou Lula. Porém, ele deu a entender que prefere que surjam outros candidatos. "No Brasil, o futuro é duvidoso e o passado é incerto", filosofou. "Na democracia, a Corte Suprema tem a última palavra na Justiça. É respeitar a decisão do STF e refletir com equilíbrio sobre o momento e o que vem pela frente. Mas uma coisa é fato: figurinha repetida não completa álbum." Enquanto isso, o ator Bruno Gagliasso ficou perplexo com o fato de a Justiça chegar à conclusão de que aquele não era o foro adequado para julgar o ex-presidente. "Ah, então, cidadão, você ficou aí preso 500 dias e agora a gente descobriu que não era esse juiz que tinha que te julgar. Foi mal", ironizou. "Inacreditável." Muitos outros famosos comentaram a notícia. Entre eles, as cantoras Maria Rita e Duda Beat, o influenciador Felipe Castanhari, o cineasta Kléber Mendonça Filho e os ex-BBBs Rodrigo França, Hanna Khalil e Kerline Cardoso.