Famosos homenageiam Erasmo Carlos após morte do cantor: 'Nosso Tremendão'

Famosos homenageiam Erasmo Carlos credit:Bang Showbiz
Famosos homenageiam Erasmo Carlos credit:Bang Showbiz

Fafá de Belém, Maria Bethânia, Djavan e outros famosos recorreram às redes sociais para lamentar a morte de Erasmo Carlos.

O cantor faleceu aos 81 anos de idade nesta terça-feira (22), apenas alguns dias depois de ter recebido alta do Hospital Barra D’or, no Rio de Janeiro, onde ficou internado no início do mês para tratar um quadro de síndrome edemigênica – acúmulo de líquido que produz um inchaço na região do miocárdio, podendo afetar todo o funcionamento do coração e o bombeamento do sangue para o resto do corpo.

Após a morte do eterno "Tremendão" ter sido confirmada, diversos famosos prestaram homenagem ao compositor.

"Meu adeus ao querido Tremendão. Erasmo leva seu sorriso e o rock para o céu! Saudades", escreveu o diretor Boninho.

"Agora eu choro só, sem ter você aqui. Perdemos Erasmo, este “belo rapaz”. Nosso Tremendão! Quanta tristeza", desabafou Maria Bethânia.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva recorreu ao Twitter para prestar um tributo ao astro. "Erasmo Carlos, muito além da Jovem Guarda, foi cantor e compositor de extremo talento, autor de muitas das canções que mais emocionaram brasileiros nas últimas décadas. Tremendão, amigo de fé, irmão camarada, cantou amores, a força da mulher e a preocupação com o meio ambiente. Deixa saudades e dezenas de músicas que sempre estarão em nossas lembranças e na trilha sonora de nossas vidas. Meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs de Erasmo Carlos".

O também cantor Djavan escreveu: "Uma tristeza a partida do Erasmo Carlos, o eterno Tremendão. As despedidas são sempre difíceis, mas além da saudade, ficará o legado desse grande artista. Nosso gigante gentil..."

Fafá de Belém usou o Twitter para dar adeus ao "doce rebelde". "Ele era (é, e sempre será) um gigante, em todos os sentidos. Erasmo era um dos gênios da nossa música. O doce rebelde, um menino roqueiro. Com Roberto, formou a dupla mais consistente que nós pudemos ver até hoje. Sua música transversal alcançou todos os públicos, e várias gerações. No dia do músico, um dos GRANDES se vai. Sua obra fica, a saudade fica. Siga na luz, Erasmo! Meus sentimentos aos familiares".

"Meu amigo querido, de tantas risadas e carinhos sem ter fim, muito triste a notícia da sua partida. Você já faz muita falta na minha vida e na dos brasileiros e brasileiras. Descanse, ficamos com seu legado tão nobre, tão amoroso, tão especial. Te amo muito, até qualquer hora dessas", escreveu Adriana Calcanhotto.