Famosos homenageiam coreógrafo Ismael Ivo, vítima da Covid-19

O bailarino e coreógrafo Ismael Ivo morreu nesta quinta-feira (08), aos 66 anos, após um caso grave de Covid-19. O artista fez carreira no exterior e despontou no auge da dança contemporânea de São Paulo nos anos 70.

Na década seguinte, seguiu para o exterior. Criou e foi diretor artístico do ImpulsTanz, de Viena, um dos mais importantes festivais de dança contemporânea da Europa.

Leia também

Entre os famosos que se manifestaram sobre a morte do artista, o rapper Emicida lamentou o falecimento brusco pela Covid-19. "A dança acorda mais triste hoje. Um destruidor de barreiras em toda a sua trajetória".

A cantora Karina Buhr lamentou a situação sanitária do país, e agradeceu a influência de Ismael na cultura contemporânea brasileira. "Mais um mestre que se vai arrastado do Brasil de agora. Voa, Ismael Ivo! Obrigada!"

Em seu Twitter, a cantora Fernanda Cozza também lamentou a morte de Ismael. "Vê-lo dançando foi das maiores emoções que senti assistindo a outro artista em cena. Um dos gigantes da dança contemporânea internacional, o brasileiro Ismael Ivo se despediu há pouco. Minhas condolências à família. Vá em paz, Mestre".