Artistas pedem "fogo nos racistas" após mortes de negros; entenda de onde vem a frase

Frase do rapper Djonga virou símbolo da luta antirracista e é usada por famosos na campanha #VidasNegrasImportam (Foto: Instagram @icaro @ferrugem/Twitter @marcelodedois)

Famosos do mundo inteiro aderiram a campanha #VidasNegrasImportam após George Floyd, um cidadão negro de 46 anos, ser morto por um policial em Minnesota, nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, artistas se posicionam contra o racismo e relembram a morte do menino João Pedro, que foi baleado durante uma operação policial no Rio de Janeiro. Indignados com a discriminação racial, artistas como Ferrugem, Marcelo D2 e Ícaro Silva pedem “fogo nos racistas”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

A frase potente do rapper Djonga virou símbolo da luta antirracista no país. “Fogo nos racistas” aparece no refrão da música ‘Olho de Tigre’, lançada em 2017, que fala sobre desigualdade social e genocídio negro.

Leia também

Confira:

O grito é polêmico e divide opiniões. A atriz Lucy Ramos foi acusada de incitar o ódio após comentar os protestos nos EUA e dizer que “‘fogo nos racistas’ não é só uma frase”. Djonga explica que a expressão não quer dizer “fogo em todas as pessoas brancas”.

“‘Fogo nos racistas’ não quer dizer “fogo em todas as pessoas brancas” apesar de muitos serem. Não estamos nos EUA. Infelizmente o nosso país tem uma realidade muito mais complexa e eu odeio isso, mas se não apontarmos o exército pro lado certo, vamos todos juntos para o inferno. Podem me odiar agora”, diz em tuíte publicado em maio de 2019.

Veja quem são as celebridades brasileiras que publicaram a frase nas redes sociais:

Ferrugem

Ícaro Silva

Marcelo D2

Lucy Ramos

Pregador Luo

Luane Dias