Famosos criticam Bolsonaro por defender Gentili e ignorar fuzilamento

Redação Vida e Estilo
(Foto: Reprodução/SBT)
(Foto: Reprodução/SBT)

Assim que Danilo Gentili foi condenado a 6 meses e 28 dias de detenção pelo crime de injúria praticado contra a deputada federal Maria do Rosário Nunes (PT-RS), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter para enviar uma mensagem de apoio ao apresentador do SBT. No post, Bolsonaro defendeu a liberdade de expressão e disse se solidarizar com o humorista.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

O posicionamento, no entanto, foi visto de maneira negativa por muitos famosos e anônimos, já que o presidente não fez nenhum comentário sobre o caso do músico que foi assassinado em frente ao seu filho com 80 tiros no último domingo (07), no Rio de Janeiro. A atriz Alice Wegmann já havia cobrado um posicionamento do político, mas agora o discurso ganhou um peso maior.

A youtuber Gabi Oliveira escreveu que não espera nada do representante do país e questionou seus eleitores sobre o silêncio dele. “Podem me explicar o fato dele ter mantido silêncio após o exército fuzilar com 80 tiros o carro de uma família e agora vir se solidarizar com o apresentador? Estou esperando os argumentos de vocês!”, disse ela.

Manuela d’Ávila também usou o Instagram para criticar a atitude de Bolsonaro. “Passar pano e se solidarizar com quem comete crime e faz de conta que é comédia, Bolsonaro se manifesta rapidinho”, escreveu ela, que prosseguiu: “Para se solidarizar com a família de um trabalhador, que morreu vítima do Estado com 80 tiros, ele fica quieto.”

Depois disso, outros internautas foram no embalo e criticaram o presidente: