Famosas se afastam das redes sociais e especialistas falam sobre 'detox virtual'

Reprodução/Instagram

Por: Lucas Pasin (@lucaspasin), colaboração para o Yahoo.

Uma pesquisa realizada em 2018 pelo Instituto Delete do Rio de Janeiro, especializado nas consequências dos excessos na vida virtual, apontou que 3 em cada 10 usuários de redes sociais no Brasil apresentam dependência ou uso abusivo de internet. Dados que, ainda segundo a pesquisa, cresceram em 38,4% na proporção de dependentes nos últimos 34 meses.

Pensando nestes excessos e nas diferentes formas que as redes sociais afetam o dia a dia, muitos famosos, como mais recentemente a atriz Maisa Silva, anunciaram durante o ano, em algum momento ou por alguma polêmica, que fariam uma ‘pausa’ em suas postagens. Anitta, Monique Evans, Letícia Almeida, Mayra Cardi, Simone (dupla com Simaria) e o sertanejo Eduardo Costa fazem parte do time que alegaram precisar se ‘conectar consigo mesmo’.

Leia mais: 8x que Isis Valverde mostrou que a maternidade deixa a mulher deslumbrante

Eduardo Guedes, autor do livro ‘Nomofobia’, sobre dependência de celular e internet, e pesquisador do Instituto Delete, aponta que o ‘detox virtual’ já é algo comum e necessário em outros países, e que deve virar também uma solução bastante presente na cultura dos brasileiros.

“Tirar férias das redes sociais é um bom começo para quem quer realizar uma desintoxicação dos excessos da vida virtual. No entanto, deixar de usar as redes de vez não é a melhor solução, o mais importante é buscar um equilíbrio. Quando a pessoa chega num momento de grande prejuízo na vida real, ela é tratada, muitas vezes com terapia, e criamos desafios e atividades para que ela faça novamente uma conexão com o real. Atividade física e maior contato com a família ajudam”, diz o profissional.

Relembre os casos de ‘detox virtual’ no mundo dos famosos em 2018:

Maisa Silva: ‘Seguidores não são tudo na vida’

O fim de 2018 veio com o anúncio de ‘férias das redes sociais’ de uma das famosas mais presentes no Twitter, Maisa, que tem mais de 4 milhões de seguidores no miniblog e passa dos 18 milhões no Instagram, garantindo esse ano o título de adolescente mais seguida na rede social no mundo. Ela, que já se envolveu em diversas polêmicas por falar o que pensa, assumiu ter se ‘intoxicado’ com ‘algumas coisas que viu e realmente a afetaram’ e contou que irá dar um tempo da vida virtual.

A famosa ainda desabafou por vídeos dizendo que ‘seguidores não são tudo na vida’. “Saiu esse resultado muito legal de ser a adolescente mais seguida do mundo, que é um resultado que assim, gente: é muito legal, mas não é tudo. Seguidores não são tudo na vida, né, amores? Passar de ano, pra mim, é mais importante”.

Leia mais: Anitta fala sobre uso de antidepressivo e busca pelo corpo perfeito

Ainda como parte de seu anúncio do ‘detox virtual’, Maisa disse ser muito sortuda e privilegiada. “Sou privilegiada sim, porque além de fatores que vocês sabem, tenho uma base familiar que é o MAIOR privilégio da minha vida”, escreveu ela, que mesmo após o anúncio ainda seguiu com algumas postagens nas redes.

Mayra Cardi – ‘É preciso saber a hora de entrar e sair’

Outra personalidade bastante polêmica das redes sociais, Mayra Cardi tomou a difícil decisão de se afastar totalmente da vida virtual. Após mostrar com detalhes seu parto humanizado da segunda filha, Sophia, fruto do relacionamento com Arthur Aguiar, e rebater diversas críticas pela forma que cria a pequena de dois meses – que já tinha perfil no Instagram criado antes mesmo do nascimento – a coach e ex-BBB declarou: ‘É preciso saber a hora de entrar e sair. É preciso saber até onde ir, ninguém muda ninguém e ao mesmo tempo ou você muda o ambiente ou o ambiente muda você. É exatamente por isso que resolvi me retirar.”

Não é a primeira vez que Mayra Cardi toma a decisão do ‘detox virtual’. Ela também se afastou das redes sociais em outubro de 2016 quando passou por uma cirurgia por conta de uma hérnia de disco que a deixou sem andar por um mês.

Monique Evans – ‘Meu protesto contra o preconceito’

Nem sempre o excesso de uso das redes sociais é o motivo de afastamento das famosas. Monique Evans, por exemplo, anunciou sua ‘pausa’ na vida virtual recentemente após sofrer ataques homofóbicos por ter compartilhado fotos e vídeos com a mulher, a DJ Cacá Werneck. Para ela, deixar o mundo virtual foi uma forma de manifestação. “Vou me afastar um tempo. Meu protesto contra o preconceito’’.

O protesto, no entanto, da mulher de Monique Evans, foi compartilhando mais momentos de amor em sua rede social, mostrando que não é de se abater. “Já que sempre seremos criticadas. Resolvi dar realmente ‘motivos’ para falarem da nossa exposição. Agora sim um pouco da nossa intimidade! E olha que tive o trabalho de tirar o som beijo gostoso. Risos”, postou a DJ, usando um look com a cor do arco-íris.

Simone Mendes – ‘Conectada com Deus e ajudando vidas’

Não importa o tempo e o motivo, as famosas estão realmente aderindo ao ‘detox virtual’, mesmo que por alguns dias apenas. É o caso de Simone Mendes, dupla com Simaria. Ela anunciou uma pausa nas redes sociais por 10 dias para, segundo ela, se conectar com a sua fé.

“Vou me ausentar das redes sociais. Estou conectada com Deus e ajudando vidas! Dia 10 eu estarei de volta. Amo vocês, obrigada meu povo. Orem por mim”, postou a cantora, no início de dezembro, explicando seu motivo do afastamento para fazer outras prioridades. Vale lembrar que a cantora também está afastada dos palcos após uma nova pausa da irmã, Simaria, que se recupera de uma tuberculose ganglionar.

Eduardo Costa – ‘Cansado e meio contrariado com algumas coisas’

O fim de 2018 realmente pedia o afastamento de Eduardo Costa das redes sociais. Ele, que se envolveu em diversas discussões políticas e polêmicas, entre elas que rendeu até um processo da apresentadora Fernanda Lima por indenização de danos morais e direito de imagem, achou mais cauteloso dar uma pausa sem data para retorno ao mundo virtual. Ele comunicou que ‘daria um tempo’ das redes sociais e alegou estar ‘cansado e contrariado com algumas coisas’.

“Tô dando um tempo do meu Insta, tô cansado e meio contrariado com algumas coisas. Sabe? Então, resolvi dar um tempo por aqui, mas quem quiser me achar é só ir lá no Insta da Victoria (namorada), de vez em quando vou falar umas besteiras por lá”, escreveu o cantor.

Além da polêmica com a apresentadora de “Amor & Sexo”, Eduardo Costa foi criticado por se posicionar sobre a morte do cachorro agredido por um segurança do Carrefour, em Osasco. Ele comparou o fato com a morte de uma mulher de 106 anos a pauladas, no Maranhão, e disse que ‘‘trata animais como animais’’.

Letícia Almeida e o teste de DNA

Polêmica é realmente um dos principais motivos que levam os famosos ao ‘detox virtual’. Foi também o caso da atriz Letícia Almeida (de “Meu Pedacinho de Chão” e “Dois Irmãos”) que, depois de publicar que o pai de sua filha era na verdade o concunhado, Jonathan Couto, desativou temporariamente seu perfil nas redes em agosto deste ano.

Atualmente, após a ‘poeira baixar’, ela já está de volta e vem recebendo muitos elogios por conta dos momentos fofos com a filha Maria Madalena.

Na época, Letícia recebeu diversas críticas ao se pronunciar e dizer que, após um teste de DNA, foi descoberto que o ex-namorado Saulo Poncio, integrante do Um44k, não era o verdadeiro pai de Madalena e sim o marido de sua cunhada, Sara Poncio. “Não é a treta da Letícia Almeida que me choca, e sim as mulheres distribuindo ofensas a ela e deixando o outro macho passar como vítima”, escreveu uma das seguidoras de Letícia para defendê-la.

Anitta – ‘Será que usamos a tecnologia de forma correta?’

Até mesmo a poderosa Anitta aderiu ao ‘detox virtual’ em março deste ano. Ela, que está sempre conectada e faz vídeos mostrando sua rotina em inglês, espanhol e português, decidiu ficar quatro dias sem colocar a mão no aparelho celular durante suas férias no Havaí. A cantora compartilhou no Instagram uma mensagem sobre a importância de se desconectar e curtir os momentos. “Será que estamos usando (a tecnologia) de forma correta?”, questionou.

No entanto, o ‘sumiço’ da cantora não agradou todos os fãs e alguns criticaram dizendo que era fácil se desconectar no Havaí. Ela voltou às redes sociais e rebateu:

“Vi algumas pessoas comentando que ‘é fácil se desconectar no Hawaii’. Ô, minha gente, que triste para quem não conseguiu captar a real mensagem que quis deixar aqui. Já fiz isso muitas outras vezes, um dia dentro de casa com minha família, outro dia num hospital com crianças muito espertas, outro dia em um orfanato dentro de uma comunidade com crianças que me ensinaram muito e várias outras vezes. Esses momentos não foram em lugares paradisíacos mas me proporcionaram visões tão bonitas quanto”.

Especialistas recomendam ‘equilíbrio’ no uso das redes sociais

Nem sempre o ‘detox virtual’ é necessário para se ter uma vida saudável e em harmonia com o mundo digital. O psicólogo José Buongermino aponta também os benefícios da vida virtual e diz que o importante é ficar atento aos alertas de exagero vindos de algum familiar ou amigo.

Leia mais: Oráculos e astrologia nos ajudam a traçar os caminhos no Ano Novo

“As redes sociais trazem uma reintegração das pessoas, um sentimento de fazer parte de um grupo. Promovem reencontros e uma sensação de participação que é bastante saudável. É necessário perceber quando a pessoa está deixando de viver uma vida real e entrando num isolamento ou se afetando muito pelo mundo virtual. Cabe aos amigos e aos mais próximos alertar. O relacionamento pessoal humano tem que existir, o olho no olho, uma conversa, um abraço. E isso não pode ser suprido no mundo virtual”, diz o psicólogo.

Com atendimento semanal e gratuito, toda sexta-feira na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o Instituto Delete faz uma avaliação clínica nas pessoas que acreditam estar com algum problema por conta dos efeitos do mundo digital. “A gente não prega a abstinência, mas sim o uso consciente para termos prazer tanto na vida virtual quanto pessoal”, reforça Eduardo Guedes, um dos pesquisadores do programa.

Sobre a forma que os comentários afetam a vida dos famosos, o especialista aponta um novo termo e doença para as consequências: “Temos o que chamamos de Depressão do Facebook. É quando a pessoa fica em constante euforia, por postar algo falando de si, mas logo depois uma frustração, por receber as críticas. Se isso toma boa parte do seu dia e passa a ser a única fonte de prazer, é uma fuga da realidade”, alerta Eduardo.