Futura rainha da Inglaterra faz generosa doação a refugiados da Ucrânia

Britain's Camilla, Duchess of Cornwall (R) talks with British-Ukrainian school children during a visit at the Ukrainian Catholic Cathedral, in London on March 2, 2022to show support to the Ukrainian community. (Photo by TOBY MELVILLE / POOL / AFP) (Photo by TOBY MELVILLE/POOL/AFP via Getty Images)
Camilla, a futura rainha-consorte do Reino Unido, em visita oficial a ucranianos no Reino Unido (Photo by TOBY MELVILLE/POOL/AFP via Getty Images)

Resumo da Notícia:

  • Camilla Parker Bowles fez uma generosa doação para um fundo de ajuda a refugiados ucranianos

  • A duquesa e o marido, o príncipe Charles, visitaram uma catedral católica voltada para ucranianos em Londres

  • Elizabeth II, a rainha do Reino Unido, já declarou que deseja que a nora seja nomeada rainha-consorte quando Charles ascender ao trono

A duquesa da Cornualha, Camilla Parker Bowles, fez uma doação generosa a uma campanha de arrecadação de fundos do jornal Daily Mail, do Reino Unido. Ela é mulher do príncipe Charles, o primeiro na linha de sucessão do trono ocupado há 70 anos pela rainha Elizabeth II.

A campanha do jornal começou há cera de quatro dias e já levantou mais de R$ 17.159.500. O valor doado pela futura rainha-consorte não foi divulgado pelo veículo, mas eles classificaram o montante como “recorde”. A doação aconteceu após ela e o marido fazerem uma visita emocionante a uranianos que moram na Grã-Bretanha.

The Prince of Wales (second left) and Duchess of Cornwall light candles during a visit to the Ukrainian Catholic Cathedral in London. Picture date: Wednesday March 2, 2022.
Príncipe Charles e Camilla Parker durante visita à catedral católica ucraniana em Londres (foto: AP)

Além do encontro privado, eles visitaram publicamente a Catedral Católica Ucraniana em Londres. Emocionada, a duquesa disse à esposa do embaixador do país: “Estamos orando por você”. Cerca de 70 mil pessoas vindas da Ucrânia moram no Reino Unido e estão angustiados como a crise humanitária e a guerra estão se desenrolando.

Através do porta-voz do seu escritório, o do ducado da Cornualha, ela já havia se manifestado sobre o conflito entre a Rússia e a Ucrânia. “Ninguém poderia deixar de se emocionar com as cenas terríveis de ucranianos fugindo de suas casas e a duquesa queria ajudar de qualquer maneira que pudesse”, revelou.

Príncipe em ação

Durante uma conversa com o embaixador da Ucrânia na visita do casal, Charles ressaltou a “extraordinária bravura e fortaleza do povo ucraniano diante uma agressão verdadeiramente terrível”. O conflito entre a Rússia e o país já chegou ao sétimo dia.

Patrono de diversas instituições sociais, sua alteza real já havia feito doações em dinheiro para a Cruz Vermelha Britânica e a World Jewish Relief. A família real britânica está ativa em demonstrar reprovação às ações de Putin e tem apoiado e ajudado a divulgar.