"Fama e dinheiro? Eu já tinha isso", diz Anitta sobre carreira internacional

NEW YORK, NEW YORK - MAY 02: Anitta attends The 2022 Met Gala Celebrating
Anitta, com look cheio de pérolas, posa para os fotógrafos no Met Gala 2022 (Foto: Jamie McCarthy/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Anitta é capa da revista Billboard no mês de maio nos Estados Unidos

  • Cantora de 29 anos diz que quer abrir portas para outros artistas brasileiros no exterior

  • "Fama? Dinheiro? Eu já tinha isso, e esse não é o ponto para mim", diz ela

Com a carreira internacional em ascensão, Anitta afirma que já não busca mais por fama e dinheiro. A cantora de 29 anos é capa da revista Billboard do mês de maio nos Estados Unidos.

"Eu nunca poderia simplesmente ir a outro mercado e fazer o que quer que seja. Qual seria o propósito: fama? dinheiro? Eu já tinha isso, e esse não é o ponto para mim", disse à publicação, assegurando que o seu objetivo é abrir portas para outros brasileiros no exterior.

"Ser um artista internacional não é só ser famoso onde quer que você vá. Trata-se de ser capaz de impactar áreas culturalmente diferentes ao mesmo tempo", analisou a maior artista do Brasil em tempos digitais.

A brasileira revela na entrevista que ouviu do próprio irmão, Renan, que seria difícil trilhar uma carreira no Brasil. "Eu sabia que se eu falhasse, todos no meu país iriam rir de mim. Isso é o que acontece com todos que tentam e falham. Eu não queria me tornar uma piada. Eu queria que isso acontecesse de verdade", afirmou ela.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Até gravadoras se posicionaram contra o sonho de Anitta. "E eles não estavam sendo malvados – só nunca tinham visto ninguém fazer isso recentemente”, minimiza. "Eu fiquei tipo, ‘Eu não sei, não existe impossível para mim. Não é fácil nem rápido, principalmente quando você já está acostumado a ser tratado como uma estrela em um país e depois vai para outro mercado e é tratado como ninguém".

Não só em questão de projeção internacional, Anitta reforça a ideia de deixar um legado - sobretudo para as mulheres. "Eu quero ser capaz de fazer a diferença em outras coisas, não só na música. É sobre como as mulheres serão tratadas em seus empregos, sobre como a sociedade agirá, como elas votarão", finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos