Família de Cara Delevingne planeja intervenção com modelo após últimas aparições

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a modelo Cara Delevingne, 30, aparecer descalça e desorientada em um aeroporto em Los Angeles, nos Estados Unidos, familiares e amigos afirmaram que pretendem fazer uma intervenção com a estrela da série "Only Murders in The Building" (Hulu).

"Estamos todos incrivelmente preocupados. A situação está aumentando há algumas semanas e a família de Cara está envolvida", disse um amigo próximo à também atriz em entrevista ao jornal The Sun, na última quarta-feira (7).

"Está sendo falado sobre realizar algum tipo de intervenção e garantir que Cara receba a ajuda de que ela pode precisar", acrescentou. "Ela está queimando a vela dos dois lados ultimamente, e isso claramente está cobrando seu preço", lamentou.

Os pais da atriz, Charles Delevingne, promotor imobiliário, e Pandora, vivem na Inglaterra. A modelo também tem três irmãos, sendo um deles a socialite Poppy Delevingne. Sua última aparição pública deixou fãs preocupados.

Segundo o site Page Six, paparazzi ainda conseguiram registrar fotos da artista caminhando pelo local descalça. A também modelo estava com Alfiie, seu cachorro, e vestia uma calça jogger preta com tiras verdes, amarelas e vermelhas, uma camiseta da cantora Britney Spears e meias amarelas.

Ela estaria duas horas atrasada para um voo no avião particular de Jay-Z. Segundo o Daily Mail, a artista e Alfiie foram vistos deixando o avião cerca de 45 minutos depois. De volta à pista, ela deixou o celular cair diversas vezes enquanto falava nele.