'Falta um pouco do cérebro', diz Emilia Clarke, de 'Game of Thrones', ao relembrar AVCs

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Emilia Clarke, 35, conhecida por interpretar Daenerys Targaryen na série "Game of Thrones" (HBO, 2011-2019), relembrou os AVCs (Acidente Vascular Cerebral) que teve enquanto gravava a série nos anos de 2011 e 2013. Em entrevista ao Sunday Morning BBC a atriz contou o que passou na situação.

"Foi a dor mais excruciante, vômitos enormes, tentando recuperar a consciência; eu ficava me fazendo todas essas perguntas. Fiquei dizendo falas minhas da série na cabeça. Se você está vomitando e tem dor de cabeça, isso não é bom para o seu cérebro", começou a artista.

"Eu tinha 22 anos [quando teve o primeiro AVC], mas foi útil ter 'Game of Thrones' para me varrer e me dar esse propósito", disse, citando a série. Clarke ainda disse que uma parte de seu cérebro "não é mais utilizável" devido aos AVCs, apesar disso, consegue viver uma vida completamente normal.

"Faço parte de uma minoria muito, muito, muito pequena de pessoas que podem sobreviver a isso", completou. "Realmente falta um pouco [do cérebro], o que sempre me faz rir! Porque em caso de derrames, basicamente, assim que qualquer parte do seu cérebro não recebe sangue por um segundo, ele desaparece", explicou.

Em 2019, a atriz fundou a SameYou, uma instituição de caridade para pessoas que sofreram lesões cerebrais. Em 2020, ela recebeu o prêmio Public Leadership in Neurology da American Brain Foundation devido aos seus esforços para a conscientização sobre a neurorreabilitação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos