‘Falsas e fabricadas’, diz Ricky Martin sobre alegações de violência doméstica

Ricky Martin poses for photographers upon arrival at the amfAR Cinema Against AIDS benefit at the Hotel du Cap-Eden-Roc, during the 75th Cannes international film festival, Cap d'Antibes, southern France, Thursday, May 26, 2022. (Photo by Joel C Ryan/Invision/AP)
Ricky Martin poses for photographers upon arrival at the amfAR Cinema Against AIDS benefit at the Hotel du Cap-Eden-Roc, during the 75th Cannes international film festival, Cap d'Antibes, southern France, Thursday, May 26, 2022. (Photo by Joel C Ryan/Invision/AP)

Ricky Martin acredita que será "totalmente inocentado" quando uma medida protetiva por violência doméstica imposta a ele for arquivada.

Uma denúncia foi feita contra o cantor, sob a Lei 54, também conhecida como Lei de Prevenção e Intervenção em Violência Doméstica, de seu país natal, Porto Rico, no entanto, o porta-voz do astro de 50 anos garantiu que alegações contra o artista - que não revelam o nome do peticionário - são "completamente falsas e fabricadas".

"As alegações contra Ricky Martin que culminaram em uma medida protetiva são completamente falsas e fabricadas. Estamos muito confiantes de que, quando os fatos verdadeiros sobre este assunto forem revelados, nosso cliente será totalmente inocentado", disse seu porta-voz à revista 'People'.

De acordo com a rede de televisão 'Telemundo', os detalhes sobre a denúncia ainda não estão claros.

A polícia tentou expedir a ordem de restrição - que impede Ricky de manter qualquer contato com o autor da denúncia - e um juiz decidirá, posteriormente, se a medida deve permanecer em vigor.

Autoridades esclareceram que o peticionário inicialmente não registrou uma queixa policial, mas foi ao tribunal por conta própria para solicitar a medida de proteção contra o cantor.

"Confirmamos que a Polícia de Porto Rico está em processo de arquivar uma medida protetiva, nos termos da Lei 54, emitida contra o senhor Enrique Martín. Conforme estabelecido pela natureza do processo, a partir do momento em que a Polícia recebeu cópia da ordem de proteção, por meio do novo Centro de Operações e Processamento de Ordens de Proteção (COPOP), seu processamento foi coordenado pelos agentes designados para o quartel Dorado", dizia um comunicado da polícia, referindo-se ao cantor por seu nome de batismo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos