Em meio a surto de covid-19, fábricas de álcool em gel aumentam produção

Dave Weaver/AP

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Busca por máscaras de proteção e álcool em gel movimenta setores da economia em meio ao surto mundial de covid-19.

  • Companhia Nacional de Álcool (CNA), que produz as marcas Coperalcool, Zumbi e Zulu, informou que a prioridade é manter e até aumentar a produção para que não haja desabastecimento.

Segundo o portal UOL, a Companhia Nacional de Álcool (CNA), que produz as marcas Coperalcool, Zumbi e Zulu, informou que a prioridade é manter e até aumentar a produção para que não haja desabastecimento em razão da alta procura.

A busca por máscaras de proteção e álcool em gel está movimentando setores da economia em meio ao surto mundial de covid-19.

Leia também

Segundo o portal UOL, a Companhia Nacional de Álcool (CNA), que produz as marcas Coperalcool, Zumbi e Zulu, informou que a prioridade é manter e até aumentar a produção para que não haja desabastecimento em razão da alta procura.

De acordo com o CEO da CNA, Leonardo Medeiros Antunes Ferreira, a demanda em janeiro “foi o dobro da esperada e fevereiro já supera inclusive os meses mais críticos de 2016 quando o Brasil foi surpreendido pelos casos de H1N1".

Agora, a busca é maior porque naquele período o uso do álcool em gel ainda não era tão popular entre a população brasileira.

O álcool em gel para as mãos representa hoje de 5% a 10% do faturamento da CNA. Com o aumento da demanda para o enfrentamento da doença, no entanto, isso pode saltar para 20% ou 25% de aumento no faturamento.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.