Fãs processam equipe de Fábio Jr. após serem barradas no camarim

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 05.10.2015 - O cantor Fábio Jr. ao lado de seu filho Fiuk durante pré-estreia do filme
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 05.10.2015 - O cantor Fábio Jr. ao lado de seu filho Fiuk durante pré-estreia do filme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Duas fãs do cantor Fábio Jr., 68, estão processando a equipe do artista após serem sorteadas em uma promoção para conhecer o camarim do músico e serem barradas. Na ocasião, ele fazia um show em Porto Alegre, no Auditório Araújo Vianna, em abril deste ano.

Flavia Antunes e Vanessa Zottis alegam terem sido sorteadas em uma promoção na página do Facebook da RRany Produtora, porém, ao chegar no show, os funcionários do artista não permitiram o acesso delas ao local. Elas processam também a G.B. Produções Artísticas e a Fábio Jr. Produções Artísticas.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, as partes envolvidas no processo compareceram à uma audiência de conciliação em 4 de julho, porém não houve acordo. Agora, o julgamento de mérito irá acontecer no dia 30 de agosto.

Apesar de a publicação do sorteio não estar mais disponível na página do Facebook da RRany Produtora, Vanessa Zottis publicou uma imagem do resultado do sorteio em seu perfil pessoal. Em um vídeo compartilhado com o site Em Off, é possível ver as duas fãs discutindo com a equipe do artista.

Procurados pela reportagem, a equipe de Fábio Jr. não retornou até a conclusão deste texto. Já a RRany Produtora afirmou que entraria em contato com a equipe jurídica e retornaria. Recentemente, outra polêmica surgiu envolvendo o pai de Fiuk. Um advogado morreu na madrugada do último sábado (30) após ser agredido durante show do cantor, no Clube de Campo Sorocaba, no interior de São Paulo.

Antônio Carlos Juliano, 63, era sócio do clube e foi agredido por outro homem, de 43 anos, que também estava no show. O agressor foi preso após ser identificado por seguranças. Em seu perfil oficial, o cantor lamentou o ocorrido com uma nota de pesar, e prestou solidariedade a todas as famílias envolvidas no que chamou de "fatalidade".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos