Fãs pedem Taylor Swift no cinema e criticam Gyllenhaal após 'All Too Well'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Taylor Swift, 31, mais uma vez está dando o que falar nas redes sociais. A cantora lançou, na noite desta sexta-feira (12), o curta-metragem "All Too Well", que tem rendido muitos elogios à artista e especulações sobre seu relacionamento com o ator Jake Gyllenhaal, 40.

O namoro, que durou alguns meses entre 2010 e 2011, é apontado como o tema do curta, que foi roteirizado e dirigido pela cantora, e baseado na música de mesmo nome presente na regravação de seu álbum "Red", lançado originalmente em 2012. Além das 16 faixas originais, ela inclui outras 16 inéditas.

Taylor Swift optou pela regravação após ter os direitos do projeto comprados pelo magnata da indústria Scooter Braun ao adquirir o Big Machine Label Group através de sua companhia Ithaca Holdings em um acordo de US$ 300 mi (R$ 1,6 bi), obtendo assim a propriedade majoritária das gravações originais de Swift.

Para os fãs que vinham aguardando o projeto, o lançamento do curta não decepcionou. Estrelado por Sadie Sink, de "Stranger Things", e Dylan O'Brien, de "Teen Wolf", o filme mostra o que seria o relacionamento da cantora com Jake Gyllenhaal e revela que a diferença de idade entre eles, de nove anos, foi um dos pivôs do término.

Nas redes sociais, os fãs elogiaram a atuação dos atores protagonistas e pediram que Swift não escreva apenas músicas, mas se arrisque também no roteiro de filmes. "Deveria começar uma carreira no cinema e na literatura, simplesmente perfeita", disse uma fã. "Taylos Swift é mãe da música e do cinema", comentou outro.

Mas não foi apenas a qualidade da produção que mobilizou os internautas. Não faltaram críticas a Gyllenhaal e especulações sobre a letra que a cantora nunca confirmou ser sobre seu relacionamento com ele. Uma das hipóteses levantadas é que Jennifer Aniston, 52, seja a "atriz" citada na música e que teria tentado consolar a cantora.

"Estou processando Gyllenhaal por danos emocionais a mim e a Taylor Swift", brincou uma internauta. "Sinto que Gyllenhaal quebrou meu coração, faltou na minha festa de aniversário, atropelou minha vó, botou foto na minha casa e chutou meu gato", acrescentou outra. "Jake Gyllenhaal, se eu te pego na rua, você vai devolver esse cachecol a força", afirmou mais uma.

Outra especulação é sobre justamente o cachecol que Swift cita na letra de "All Too Well" e que teria ficado com o ex. "Isso vai parecer loucura e você definitivamente vai pensar que estou brincando, mas não estou. Acho que estou de posse desse cachecol", afirmou no Twitter Andrew Burnap, amigo de Gyllenhaal, segundo o site Just Jared.

Muitos internautas fizeram memes sobre o cachecol e como o ator estaria tentando devolvê-lo para a cantora nos últimos dez anos. "Taylor, eu te compro um cachecol, pode cancelar o curta ", brincou um deles. Até a atriz Bruna Marquezine, 26, comentou: "Devolve o cachecol dela, seu pu*o".

Swift usou seu perfil no Instagram para agradecer aos atores que participaram do curta e anunciar que o curta estará disponível em uma rede de cinemas de Nova York por uma semana. "Para você, de nós", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos