Exclusivo: Desenvolvedores de Final Fantasy 16 abrem o jogo sobre comparações com Game of Thrones, sidequests e representatividade

Final Fantasy XVI está a menos de um ano de distância, mas a Square Enix deixou a maioria dos detalhes para serem especulados pelos fãs. Um trailer recente ofereceu mais dicas sobre o que esperar, o que incluiu uma dica do que os cristais – um clássico de Final Fantasy – significam para o mundo. Agora, a equipe de desenvolvimento de Final Fantasy XVI se aprofunda mais do que nunca em seu próximo RPG, o que abre assuntos sobre tópicos que vão desde comparações persistentes com Game of Thrones até questões sobre representatividade de personagens negros e outras pessoas de cor.

Para esta entrevista, o IGN conversou com o diretor do jogo Hiroshi Takai, o diretor de localização Michael-Christopher Koji Fox e o diretor criativo Kazutoyo Maehiro, e com o produtor Naoki Yoshida para avaliar algumas ideias de sua autoria. Eles falam sobre esse ser o primeiro jogo com classificação M (para adultos nos EUA) da série, como as sidequests funcionarão e vários outros tópicos. Eles também abrem um pouco mais sobre sua protagonista feminina, especulada como Jill Warrick, e como Clive interagirá com seus companheiros.

IGN: Você pode falar sobre o papel dos cristais em Final Fantasy XVI, e como eles são semelhantes e diferentes dos jogos anteriores da série?

Hiroshi Takai, diretor principal: Acredito que eles são semelhantes aos cristais em edições anteriores no sentido de que são cristalizações de éter, a fonte de toda magia. Em Final Fantasy XVI, as pessoas extraem os cristais e os con...

Exclusivo: Desenvolvedores de Final Fantasy 16 abrem o jogo sobre comparações com Game of Thrones, sidequests e representatividade
Leia Mais

Final Fantasy 16 será exclusivo do PS5 durante 6 meses
Final Fantasy 16: Quanto tempo leva para zerar o game?
Final Fantasy XVI terá data esse ano?