Ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein é acusado de agressão sexual no Reino Unido

O ex-produtor de cinema americano Harvey Weinstein, cujo abuso de mulheres desencadeou o movimento #MeToo em 2017, foi  acusado de agressão sexual no Reino Unido, anunciaram promotores britânicos nesta quarta-feira (8).

Preso nos Estados Unidos, é pouco provável que Weinstein, de 70 anos, seja extraditado.

Enquanto as acusações se multiplicavam nos EUA, a polícia britânica começou a investigar uma série de denúncias de agressão sexual contra ele em Londres

Após "uma análise das provas coletadas em suas investigação", a promotoria da Coroa, responsável pelos casos penais na Inglaterra e no País de Gales, autorizou na quarta feira que a Scotland Yard abra um processo contra o americano, explicou a chefe da divisão de crimes especiais, Rosemary Ainslie

Weinstein, um poderoso ex-produtor de Hollywood, é acusado de duas agressões sexuais a uma mulher em Londres em 1996, disse o Crown Prosecution Service (CPS).

Os crimes teriam ocorrido entre 31 de julho e 31 de agosto daquele ano, informou a polícia, especificando que a suposta vítima tem agora cerca de 50 anos.

Quase 90 mulheres, entre elas as atrizes americanas Uma Thurman, Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow e a mexicana Salma Hayek, acusaram Weinstein de assédio e agressão sexual, desde que surgiu o caso em 2017.

O produtor de filmes como "Pulp Fiction" (1994), "Shakeaspeare Apaixonado" (1998) e "Kill Bill" (2003) sempre defendeu que todos os seus encontros sexuais foram consentidos.

A avalanche de acusações contra Weinstein e sua queda desencadearam o movimento #MeToo, que se estendeu dos Estados Unidos para o mundo, libertando a palavra das mulheres e lançando o combate às agressões e crimes sexuais.

- Sentenciado a 23 anos -

Em fevereiro de 2020, Weinstein foi condenado nos Estados Unidos por estupro e agressão sexual e sentenciado a 23 anos de prisão, em um veredicto histórico para o movimento #MeToo.

Na semana passada, perdeu em sua tentativa de que um tribunal de apelação de Nova York anulasse a condenação.

Preso, aguarda ser julgado na Califórnia por outras acusações de agressão sexual a cinco mulheres, entre 2004 e 2013. Se condenado, pode pegar mais 140 anos de prisão, o que torna improvável que seja extraditado para o Reino Unido para ser julgado.

Harvey Weinstein fundou no final dos anos 1970, junto com seu irmão Bob, o estúdio Miramax, que foi vendido para a Disney em 1993. Depois, criaram a The Weinstein Company, responsável por sucessos como "Bastardos Inglórios", de Quentin Tarantino.

Ao longo dos anos, os filmes produzidos pelo magnata de Hollywood receberam mais de 300 indicações ao Oscar e 81 estatuetas.

Sua acusação em Londres acontece dias depois que a promotoria britânica também abriu um processo contra o ator americano Kevin Spacey, de 62 anos, vencedor de dois Oscars por "Beleza Americana" (1999) e "Os Suspeitos" (1995).

De acordo com a revista especializada em cinema Variety, as autoridades britânicas planejavam solicitar a extradição de Spacey. Mas o ator anunciou na semana passada que comparecerá voluntariamente perante a justiça de Londres.

acc/js/aa/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos