Ex-BBB Vivian Amorim diz que estar na TV permite representar o povo manauara

MARIANA ARRUDAS
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "De Manaus para o mundo", é assim que Vivian Amorim descreve sua trajetória. A apresentadora, de 27 anos, que encara novamente a apresentação do #RedeBBB, já seguiu muitos caminhos em sua vida e agora afirma que está tendo a oportunidade de conhecer e trabalhar a Vivian comunicadora. Formada em advocacia, ela ficou conhecida por ser vice-campeã do Big Brother Brasil 17. A advogada afirma que se inscreveu no reality, em 2016, por pura curiosidade quando as seletivas chegaram à capital amazonense. "Quando vimos o Big Brother Brasil dando essa oportunidade para a nossa cidade, todo mundo abraçou. Era uma grande chance de se mostrar e viver uma experiência única", afirmou ela, que se tornou a primeira participante de Manaus a passar pelo BBB. Na época em que fez a etapa seletiva, a apresentadora estudava para prestar concursos públicos na sua área de formação. "Depois do BBB eu pude explorar mais o meu lado comunicativo. Além do programa ter aberto essa oportunidade de trabalho com a Internet, ele também acabou me mostrando para a Rede Globo", contou Vivian em entrevista por telefone ao F5. Vivian conta que chegou a ter dúvidas sobre o programa a cada avanço que tinha nas seletivas, mas o medo da grande mudança que poderia acontecer em sua vida sumiu após conversa com seu instrutor de estudos. "Eu pensei porque precisamos escolher entre uma experiência e outra? Não precisa. Vou lá vivo essa experiência e depois se quiser voltar a ser aquela Vivian concurseira, posso voltar", disse. Mas a Vivian comunicadora já tinha se mostrado, pelo menos um pouquinho, ao arriscar como repórter em uma emissora local. Era elogiada em suas reportagens, mas "não levava muito a sério", afirma ela. Foi mesmo com o BBB que ela pensou "agora vou explorar mais esse lado comunicador que as pessoas já disseram que eu levava jeito". "E não é que deu certo? Deu muito certo", afirma ela. DE REPENTE, BBB Mas qual foi o segredo dentro do programa? Vivian arrisca a dizer que foi a liderança logo na primeira semana que a "chamou para o jogo". Para a apresentadora, era difícil entender de dentro do programa o carinho e a proporção do "Time Vivian". "Depois fui entender, ao longo dos meses, que eu tinha realmente ganhado. Não o prêmio em dinheiro, mas ganhei. Seja terminar em primeiro, segundo ou terceiro, você vive 100% da experiência que o programa podia te oferecer", diz, "quem sai na final vence. Só que uns vencem em primeiro, uns em segundo e outros em terceiro". Mas mesmo com o fim de sua edição, Vivian não saiu mais do programa. Passou pelo #RedeBBB e também foi repórter e apresentadora do Vídeo Show, junto de Ana Clara, ex-participante do BBB18. Na edição atual, além de apresentar o #RedeBBB, ela também apresentará o programa do Multishow, BBB: A eliminação, que em 2020 apresentou ao lado de Bruno de Luca e Titi Müller. "Poder ser eu mesma na frente das câmeras e simplesmente conectar o público ao programa é o que eu mais gosto", conta sobre trabalhar como apresentadora. Para ela, estar na televisão também é um meio de representar Manaus e fazer com que o povo dela sinta orgulho de sua terra. "Faço questão de mostrar um pouco da nossa gastronomia, da nossa cidade, da nossa riqueza cultural, penso que todo mundo na cidade sente um orgulho muito grande", comenta. Vivian, que atualmente se divide entre sua cidade natal e o Rio de Janeiro, até brinca que os manauaras são bairristas e sempre vão fazer de tudo para serem hospitaleiros e valorizarem o que Manaus pode oferecer. A apresentadora também lamenta a atual crise que a capital amazonense passa na saúda diante da pandemia e diz que o lema deste ano é "sobreviver". "Vou ficar aqui [Rio] até maio, nessa missão de Big Brother. Depois a minha vontade é voltar para Manaus", afirma ela, que também pretende se cobrar menos e "realmente pensar nos meus valores e na minha felicidade".