Ex-BBB Marcela dispara: "Ser mulher é ser cobrada por tudo o tempo todo"

·2 minuto de leitura
Marcela Mc Gowan (Foto: Divulgação)
Marcela Mc Gowan (Foto: Divulgação)

Marcela Mc Gowan foi uma das participantes do ‘BBB 20’, da TV Globo, que mais transitou entre ‘queridinha’ e ‘odiada’ pelo público. Inicialmente apontada como favorita, especialmente depois de ter levantado a bandeira do feminismo e derrubado ‘machos tóxicos’, ela perdeu pontos com os fãs do reality ao se envolver com polêmico Daniel Lenhardt.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

As cobranças seguiram na vida real, depois que ela deixou o confinamento, e foi justamente sobre isso que a médica e ex-BBB falou em uma entrevista exclusiva com o Yahoo. Quase quatro meses após o fim do programa, ela consegue avaliar como suas posturas repercutiram e lidar com as cobranças.

Leia também

“Foi doloroso na época porque eu sei o quanto venho dedicando minha vida ao feminismo, mas tirei ótimos aprendizados, ampliei muitos conhecimentos e principalmente fiquei ainda mais empática com outras mulheres. Todos somos falhos”, diz Marcela, que ainda aponta: “Ser mulher é ser cobrada por tudo o tempo todo. Quando você se declara feminista, de um lado há quem rejeite a ideia de cara, e passe o tempo todo procurando alguma falha para deslegitimar suas falas, de outro, há uma grande expectativa de quem é da militância de que você saberá se posicionar sempre corretamente. Já imaginava que isso ia acontecer, porque já vivia isso em menor escala na vida real, não nessa proporção.”

A ex-BBB, que dedica seu tempo para falar sobre sexualidade e aceitação nas redes sociais, disse que ainda não conseguiu ter noção da força que tem sobre o tema, mas comemora: “Parece tudo tão irreal e distante. A internet não dá muita noção das coisas pra gente, né? Mas fico feliz com isso se sou referência.”

Ela sabe, no entanto, que ser referência tem um lado negativo: “As pessoas tendem a projetar perfeição e esperar sempre um posicionamento perfeito sobre tudo. Eu tento driblar isso mostrando minhas vulnerabilidades.”

Recentemente, Marcela postou uma foto falando sobre a pressão estética em sua vida e a dificuldade em aceitar o próprio corpo. Ela comenta que hoje em dia isso já é algo quase superado: “Me atormenta muito pouco agora. Já foi algo que pautou minha vida, que me trouxe grandes sofrimentos. Custei a desconstruir isso e por isso hoje gosto de dividir com outras mulheres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos