Ex-BBB Arthur Picoli diz que tem amigos bolsonaristas, mas vai votar em Lula

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-BBB Arthur Picoli, 27, reafirmou na noite desta sexta-feira (22) seu apoio à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência. Ele esteve no camarote do bar Brahma no Sambódromo do Anhembi, de onde acompanhou a primeira noite de desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo.

"Eu respeito a opinião dos outros, 90% dos meus amigos são bolsonaristas, tenho familiares [bolsonaristas]. Eu não concordo? Não, mas é a opinião deles, assim como respeitam a minha opinião de votar 13 este ano", afirmou ele, que já tinha falado sobre sua preferência política no BBB 21 (Globo).

Picoli destacou que quando o PT estava no poder muita coisa melhorou para os seus familiares e amigos que até hoje são professores na rede pública de ensino. "Tenho amigos que se formaram pelo Fies e através do ProUni, eu fui um dos que conseguiu bolsa."

O ex-BBB afirmou que não poderia apoiar o presidente Jair Bolsonaro (PL) porque ele retirou a educação física da educação infantil nas escolas públicas. "Não tinha como eu dar um tiro no meu pé, apoiar agora e muito menos depois de toda a palhaçada", disse ele, que foi professor de educação física antes do reality.

Picoli contou ainda que recebeu em casa uma camiseta do PT e vai usar no dia das eleições. "Vou votar com a camiseta do Lula, quietinho na minha, espero que todos respeitem a minha opinião porque eu respeito o que vocês vão decidir apertar aí. Mas aconselho a apertar 13."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos