Ex-BBB Aline ganha na Justiça processo contra a Globo

Participante ainda recebe indenização alta por danos morais (Reprodução/TV Globo)

A ex-BBB Aline Cristina, participante da temporada de 2005 do reality show, ganhou recentemente um processo que movia há vários anos contra a Globo. A sister exigiu que a emissora apagasse todos os conteúdos publicados sobre ela no site “Ego”, que terminou em 2017, mas que ainda mantém matérias no ar. Além disso, o canal foi condenado a pagar R$ 20 mil como indenização de danos morais à antiga integrante do “Big Brother Brasil”.

Segundo o jornal “Estadão”, o relator Alcides Leopoldo e Silva Júnior, da 2ª Câmara de Direito Privado, concordou com a sustentação da ação. “Mesmo a pessoa pública tem direito à preservação de sua vida privada e muito mais aquela que abandonou a exposição pública e a notoriedade, não se evidenciando o interesse jornalístico atual na divulgação de fatos passados e presentes da autora, que como afirmado lhe causaram danos ao seu relacionamento familiar, pessoal e profissional”, explicou ele.

Leia mais:
Gretchen defende o filho Thammy Miranda: ‘Não é o órgão sexual que faz um homem’
Paula Fernandes curte férias nas Ilhas Maldivas e recebe enxurrada de elogios dos fãs

Alcides ainda garantiu que Aline saiu da vida pública e a Globo não teria o direito de veicular reportagens sobre ela. “A autora abdicou da vida pública, trabalha atualmente como carteira e se opôs a divulgação de fatos da vida privada, teve fotografias atuais reproduzidas sem autorização, extraídas de seu Facebook, sofrendo ofensa a sua autoestima, uma vez que a matéria não tinha interesse jornalístico atual, e não poderia ser divulgada sem autorização”, afirmou ele.