Ex-astronauta Cunningham, membro do primeiro voo tripulado da Apollo, morre aos 90 anos

Astronauta Walter Cunningham, tripulante da Apollo 7, em foto de divulgação da Nasa

Por Katharine Jackson e Steve Gorman

WASHINGTON (Reuters) - O ex-astronauta norte-americano Walter Cunningham, que voou para o espaço a bordo da Apollo 7 em 1968, na primeira missão tripulada do projeto Apollo que abriu caminho para o primeiro pouso humano na Lua nove meses depois, morreu na terça-feira aos 90 anos, informou a Nasa.

Cunningham juntou-se aos companheiros de tripulação, Walter Schirra e Donn Eisele, para a missão de 11 dias, que foi conduzida na órbita baixa da Terra. Foi o primeiro voo de teste humano da nova espaçonave Apollo, que acabaria pousando uma dúzia de astronautas na superfície lunar entre 1969 e 1972.

Ele era o último membro sobrevivente da tripulação da Apollo 7, após a morte do comandante da missão Schirra, um dos astronautas originais do "Mercury Seven", e do piloto do módulo de comando Eisele, em 2007 e 1987, respectivamente.

Cunningham foi o piloto do módulo lunar designado para o voo, embora a Apollo 7 não carregasse a nave de pouso na Lua, e foi responsável por todos os sistemas da espaçonave, exceto lançamento e navegação.

Decolando em 11 de outubro de 1968, a Apollo 7 marcou a retomada do programa de voos espaciais lunares da Nasa 21 meses após o incêndio que matou todos os três membros da tripulação da Apollo 1, Gus Grissom, Ed White e Roger Chaffee, durante um lançamento terrestre teste no final de janeiro de 1967.

A Apollo 7 também foi notável por fornecer a primeira transmissão de televisão ao vivo das atividades da tripulação a bordo, bem como pelo diálogo em tom irritado entre o controle de solo e os astronautas, que desenvolveram resfriados durante o voo e às vezes expressavam abertamente aborrecimento com os diretores da missão.

Ainda assim, a missão foi considerada um sucesso técnico por provar as capacidades e a integridade dos sistemas que levariam a Apollo 11 à superfície lunar em julho de 1969 para as primeiras caminhadas históricas na Lua pelos astronautas Neil Armstrong e Edwin "Buzz" Aldrin.

(Reportagem de Katharine Jackson em Washington; Reportagem adicional de Steve Gorman em Los Angeles; Reportagem adicional de Keith Coffman em Denver)