Evento para população de rua terá banho e doações de alimentos em São Paulo

Expectativa é de que sejam 35 banhos e 100 marmitas para os participantes (Foto: Reprodução/YouTube)

O evento “Quem mora na rua não fica em casa” acontecerá pela segunda vez no sábado, 23, a partir das 10h na Praça Salim Farah Maluf, na região de Santo Amaro, na cidade de São Paulo.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A organização é da Associação Cultura Corrente Libertadora em parceria com outras nove instituições, como o Comitê PopRua. Serão oferecidos banhos para a população de rua, doação de roupas, distribuição de kits de alimentação e higiene, orientação médica e distribuição de ração para animais de estimação.

“Durante a pandemia surgiu essa demanda na reunião por ações emergenciais, tanto cesta básica para o pessoal de ocupação, pessoal que trabalha com comércio informal, como pessoal de rua, que ficou sem entrega de marmita durante a pandemia”, explica Marcus Vinicius, da Corrente Libertadora.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Na primeira edição do evento, em abril, foram disponibilizados 35 banhos, que acontecem em um caminhão, feito para este fim. A previsão é de que passem pelo menos 100 pessoas na segunda edição do evento. O início é às 10h e vai até que haja movimentação.

“O mais importante seria cada um ter sua moradia, ou estar acolhido em um espaço propício, mas como não é possível, a gente tenta minimizar as dificuldades dessas pessoas disponibilizando o básico”, afirma.  

Leia também

A ação tem autorização da prefeitura de São Paulo, mas o município não participa da organização. Todos os voluntários envolvidos no evento estarão equipados com máscaras e luvas.

Interessados em apoiar a ação podem entrar em contado pelo email correntelibertadora@hotmail.com ou pelo telefone (11) 3534-2181. O mais importante para a organização são cobertores e agasalhos, pela chegada do inverno na capital paulista.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.