Evento do Bahrein convoca promessas do MMA para show no Brasil

Cleiton Predador coloca seu cinturão em jogo em Balneário Camboriú (Divulgação Brave CF)

O Brave Combat Federation começou a montar o card para sua quinta edição no Brasil, agendada para 28 de março em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O evento será liderado pela disputa de cinturão entre Cleiton Predador, campeão dos leves (70kg), e Guram Kutateladze.

O blog apurou que mais três lutas já foram acertadas. Marcel Adur, natural da cidade catarinense, duelará com o canadense Malcolm Gordon. Geraldo “Luan Santana”, peso-meio-médio (77kg) de Rondonópolis, mede forças com Rami Hamed. Daniel Willycat, talento da tradicional equipe Chute Boxe, enfrenta o alemão Rany Saadeh.

A organização árabe planejava fazer um duelo de veteranos do UFC entre Lucas Mineiro e Felipe Silva, mas o blog apurou que Silva precisou deixar o card por conta de uma lesão. Segundo fontes, o Brave CF ainda busca novo adversário para manter Mineiro no card de março.

Outro duelo já definido pela organização coloca Luan Miau, ex-campeão peso-leve da organização e companheiro de equipes de Luan Santana em Curitiba, diante de Amin Ayoub.

Com o retorno do Brave CF ao Brasil, o país se iguala ao Bahrein em números de edições, mas supera — e muito — qualquer outro país quando o assunto é atletas em ação. Até hoje, 76 atletas brasileiros entraram na jaula do Brave CF em 34 shows. Além de Predador, o Brasil detém o cinturão dos médios (84kg) da franquia, em posse de Daniel Gaúcho.