Evento em SP com Michelle Obama é adiado para setembro

AMON BORGES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Vtex Day, evento sobre inovação digital e comércio eletrônico, foi adiado por causa da pandemia de coronavírus. Michelle Obama e Gisele Bündchen seriam as principais palestrantes no São Paulo Expo (zona sul) nos dias 15 e 16 de abril. A oitava edição foi remarcada para 2 e 3 de setembro.

A organização afirma que negocia para manter a mesma programação, que tem, além das duas, Abílio Diniz, Caito Maia, fundador da Chili Beans, e Bernardinho, treinador de vôlei.

“Estamos conscientes do nosso papel em unir esforços preventivos para a limitar a transmissão do vírus. É primordial zelarmos pela saúde, segurança e bem-estar dos participantes, clientes, parceiros, patrocinadores, colaboradores e sociedade”, explica em nota Rafa Forte, country manager da Vtex Brasil.

“Seguindo todas as medidas preventivas recomendadas pelo Ministério da Saúde, vamos realizar em novembro um evento ainda mais sólido e inovador”.

O encontro deste ano tem como tema a ascensão e a expansão do Brasil no mercado internacional. De acordo com a produção, quem comprou ingresso terá nos próximos dias informações de como proceder para reembolso e reaproveitamento dos tíquetes —por email e pelo site oficial.

Em 14 de abril, a VTex, empresa do Rio que fornece software para comércio eletrônico, realiza o VTex Day Connect. Será um evento digital com novidades sobre o mercado e a repercussão do coronavírus na economia e uma palestra do economista e influenciador Ricardo Amorim.

O Vtex Day promove palestras e sessões de treinamento com foco em disciplinas como logística, marketplace, moda, pagamento, marketing e customer experience.

Segundo a organização, ainda há espaços dedicados a capacitação e treinamento de profissionais do setor de ecommerce, cases de inovação digital e soluções para empresas, como produtos e serviços.

Em outras edições, o Vtex Day já teve Richard Branson, fundador do grupo Virgin, Bruce Dickinson, investidor e vocalista do Iron Maiden, e Marc Randolph, cofundador e primeiro presidente-executivo da Netflix.