Evangélico, Justin Bieber lança linha de maconha inspirada em "Peaches"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Imagem de Justin Bieber no red carpet do Met Gala 2021, em Nova York
Justin Bieber no Met Gala 2021, em Nova York. Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images

Resumo da notícia:

  • Justin Bieber lança linha de maconha com nome do single "Peaches"

  • Edição está sendo vendida nos estados da Califórnia, Nevada, Massachusetts e Flórida

  • Parte do lucro será revertido para projeto que defende reforma da políticas de drogas dos EUA

Convertido ao evangelismo, Justin Bieber segue defendendo a normalização da maconha. Aos 27 anos, o cantor está lançando uma linha limitada de sua marca de maconha, intitulada "Peaches", em referência ao single de sucesso.

Lembrando que o uso recreativo da erva é legalizado em 21 dos 50 estados dos Estados Unidos e o produto promovido por Bieber vai ser vendido nos estados da Califórnia, Nevada, Massachusetts e Flórida. 

Leia também:

Em parceria com a marca de cannabis Palms Premium, a maconha está sendo vendida em um pacote com cigarros já embalados, com meia grama da erva cada um, além de flores e aromas cítricos para acompanhar.

“Maconha era algo que eu sentia que as pessoas tentavam me fazer sentir mal por gostar”, disse Bieber à Vogue. "Mas agora encontrei um lugar em minha vida para produtos de ervas daninhas que têm sido benéficos para minha experiência humana", completou.

De acordo com o artista, uma parte do lucro da venda da linha será doada para o Projeto Last Prisoner, que defende a reforma da justiça criminal em torno das políticas de drogas e ao Veterans Walk and Talk, uma instituição de caridade que incorpora caminhada, cannabis e uso de psicodélicos como terapia para ex-militares.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos