EUA devolve à Tailândia duas peças de mil anos de antiguidade

·1 minuto de leitura
Lintel procedente de um templo na Tailândia, de cerca de mil anos de antiguidade, desaparecido durante a guerra do Vietnã, é devolvido pelos Estados Unidos às autoridades tailandesas

Dois lintéis antigos, que datam de mil anos atrás, procedentes de santuários tailandeses que desapareceram durante a guerra do Vietnã, vão retornar para a Tailândia, devolvidos pelos Estados Unidos.

São duas vigas de suporte decorativas do século XI, que estavam expostas há décadas no Museu de Arte Asiático de São Francisco.

As peças estão adornadas com esculturas que representam as divinidades hindus de Yama e Indra.

Esses lintéis vão chegar na Tailândia nesta sexta-feira à noite, e serão expostos no Museu Nacional de Bangcoc a partir de segunda-feira.

O diretor-geral do Departamento de Bellas Artes tailandês, Prateep Pengtako, declarou que os dois lintéis têm cerca de mil anos e mostram a influência do antigo reino jemer, o Camboja moderno.

"Estima-se que os lintéis foram retirados entre os anos 1958 e 1969. Especialmente no período 1965-66 desapareceram vários objetos tailandeses", disse.

Os dois lintéis fazem parte das 133 peças tailandesas expostas em museus e galerias dos Estados Unidos.

"Acredita-se que os dois lintéis sagrados foram ilegalmente exportados da Tailândia nos anos 1960 durante a guerra do Vietnã", afirma o ministério tailandês das Relações Exteriores em nota.

O museu californiano planejava devolver os objetos há muito tempo, mas nega as acusações de que foram roubados.

bur-lpm/rma/lb/me/es/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos