'Eu não vou ter vergonha de amar', diz Juliette sobre críticas de Luisa Mell

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora e ex-BBB Juliette Freire, 32, se pronunciou em relação às críticas feitas pela ativista Luisa Mell, 43, sobre seus dois novos cachorrinhos. "Eu não tenho como fazer tudo perfeito", disse em live em seu Instagram neste domingo (4).

No sábado (3), Juliette fez uma postagem apresentando os filhotes, um macho e uma fêmea, aos fãs. No vídeo, ela fez uma surpresa para sua mãe e anunciou, em tom de brincadeira, que ela seria avó.

A ativista pelo direito dos animais usou as redes sociais para criticar a atitude e disse que a cantora poderia ter dado o exemplo adotando cães sem raça. "Juliette sempre tão consciente, poderia dar exemplo na causa animal também", falou Luisa Mell em um comentário no Instagram.

Juliette se posicionou em suas redes sociais. "Eu não vou ter vergonha de amar, seja qual for o ser, branco, preto, colorido, de raça, vira-lata", disse em live. "O ideal é adotar. Desculpa se o meu comportamento não é 100%, mas foi muito real e verdadeiro."

A cantora disse ter publicado o vídeo no qual foi filmada ganhando os dois filhotes por ter considerado o momento muito bonito, sem ter a intenção de incentivar a compra ou a valorização de determinadas raças de cachorro. Complementou incentivando a adoção e a doação para a causa animal.

"Não briguem com ela", pediu sem citar nomes, mas fazendo referência às falas de Luísa Mell. "Vou continuar ajudando, seja divulgando as causas, seja doando, futuramente adotando, sem precisar que isso seja um marketing ou uma bandeira."

Luisa Mell compartilhou um trecho da live de Juliette em sua conta do Instagram. "Por isso que a gente te ama @juliette sempre disposta a dialogar. Sensível, humana, empática e semeadora da paz!", escreveu.