Um estupro por dia: escolas em São Paulo registram média assustadora de crimes sexuais

Foto: Getty Images

A polícia registra em média um estupro e/ou uma tentativa de estupro por dia dentro de escolas públicas e privadas (incluindo berçários) no estado de São Paulo. Os dados divulgados pelo UOL são da Secretaria de Segurança Pública e se referem ao período de janeiro até outubro de 2019.

Nos meses analisados pelo órgão houve 307 registros de ocorrências do gênero. A maioria dos casos envolve crianças de 0 a 11 anos como vítimas (191). Entre 12 e 17 anos, foram 77 ocorrências.

Leia também

No ano de 2018, a polícia registrou 391 durante os 12 meses. O ano escolar possui, em média, 200 dias conforme exigido pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Portanto, seriam quase dois casos registrados por dia letivo.

A secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que o número de criminosos por estupros detidos em flagrante e por mandado de prisão até novembro de 2019 aumentou 74% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Segundo o órgão, o número de Delegacias de Defesa da Mulher que funcionam durante 24 horas subiu de um para dez.

Ainda de acordo com o UOL, que obteve os dados via Lei de Acesso à Informação, outros estados também sofrem com o alto número de ocorrências do tipo.

A Polícia do Rio de Janeiro, que enviou os dados apenas até junho de 2019, registrou 44 ocorrências de estupro ou tentativa de estupro: média de 7,3 casos por mês. Minas Gerais, por sua vez, registrou uma média de 6 casos por mês (entre o período de janeiro e julho).