Estudo revela porque os homens são mais propensos a fazer bullying na internet

Pesquisadores da Universidade de Brune e Universidade de Londres descobriram que os homens são mais propensos a trollar e praticar bullying online e qual é a razão para este comportamento.

Há dois tipos de usuários de redes sociais, em especial o Facebook: aqueles que usam para construir relações e se conectar com os amigos de forma positiva e os que buscam atenção através de um comportamento ruim e agressivo.

Os resultados apontam que os homens são os que mais integram o grupo de mau comportamento e a razão é o narcisismo. Os pesquisadores pediram que 573 participantes respondessem uma pesquisa online onde deveriam indicar uma escala de seu narcisismo e também apontar os motivos que fazem que com que usem o Facebook.

Algumas das afirmações daqueles que usam a rede de forma agressiva era: “uso Facebook para fazer inveja nas pessoas”, “uso para ser mau com as pessoas” e “uso para publicar fotos sexy se mim mesmo”. Já os que preferem o comportamento positivo afirmaram coisas como “uso o curtir e os comentários para dar apoio aos outros”, “uso para me comunicar com quem não vejo com frequência” e “uso para ver o que as outras pessoas estão fazendo”.

Os homens se mostraram mais antissociais que as mulheres, que geralmente possuem comportamento relacional com os usuários da rede. Existem também as mulheres que podem ser desagradáveis na internet, mas o estudo aponta que é raro.

“As pessoas com tendências narcisistas podem se comportar de maneira hostil como uma resposta aos comentários que consideram negativos. Eles também podem se comportar de maneira hostil porque são propensos a agressão e comportamento manipulador”, diz Nelli Ferenczi, que lidera a pesquisa.