Estudo indica três comportamentos que podem ajudar as mulheres a terem mais orgasmos

Divulgação/Columbia Pictures

Se você é mulher e está em busca de orgasmos intensos, preste atenção nessa notícia! Cientistas descobriram três comportamentos sexuais que podem ajudar as mulheres a terem mais orgasmos.

Segundo estudo publicado no jornal Archives of Sexual Behaviour, a combinação de estímulos vaginais, beijos intensos e sexo oral aumentam as chances de se chegar ao clímax. Os pesquisadores analisaram os hábitos sexuais de mais de 52 mil participantes com idades entre 18 e 65 anos que estavam em um relacionamento.

Eles observaram 30 atitudes diferentes dos casais, lincando-as ao número de vezes em que as pessoas chegaram ao orgasmo. Em termos de frequência, 95% dos homens disseram gozar quando fazem sexo, enquanto apenas 65% das mulheres dizem ter orgasmos e suas relações.

A classe LGBT possui números mais altos e homens gays somam 89% dos que têm orgasmo, seguidos pelos homens bissexuais com 88%, lésbicas com 86% e mulheres bi com 66%.

Os resultados indicam que as mulheres são mais suscetíveis ao orgasmo com a combinação de beijos intensos, masturbação e sexo oral (que ganha da penetração). Descobriu-se também que as mulheres que chegam ao orgasmo com maior frequência tendem a:

– Receber mais sexo oral
– Ter relações sexuais de longa duração
– Estarem satisfeitas com seus relacionamentos
– Pedir o que querem na cama
– Elogiar o parceiro por algo que fez durante o sexo
– Enviar mensagens ao parceiro sobre fazer coisas sexuais
– Usar lingeries sensuais
– Tentar novas posições
– Experimentar estimulação anal
– Expor fantasias
– Falar durante o sexo
– Expressar sentimento durante o sexo

“Cerca de 30% dos homens pensam que a penetração é o melhor jeito para mulheres terem orgasmos e isso é quase uma tragédia porque não poderiam estar mais errados”, disse a co-autora do estudo, Elisabeth Lloyd, ao The Guardian.