Estudo diz que morte em desenhos da Disney é boa oportunidade para falar com crianças sobre o tema

(Imagem: Disney)

Cenas como a morte de Mustafa, em ‘O Rei Leão’, ou Ellie, em ‘Up – Altas Aventuras’, fazem muita gente chorar até hoje, não importa a idade ou quantas vezes a pessoa já assistiu aos filmes. Pois além de emocionar o público, momentos como este também cumprem uma importante função: apresentar para as crianças a verdade inescapável de que a morte é a única certeza da vida.

Um estudo divulgado este mês na publicação científica Omega-Journal of Death and Dying chegou a esta conclusão, além de ter levantado o fato de que são nas animações da Disney/Pixar que acontece o maior número de mortes do que qualquer outra produção voltada para o público infantil. Foram, ao todo, 71 personagens mortos dentro de 57 filmes analisados.

“Estes filmes podem ser usados como formas de iniciar a conversa sobre assuntos considerados tabu, como a morte”, declarou em comunicado oficial Kelly Tenzek, autora do estudo, do Departamento de Comunicação da Universidade de Buffalo. “Estas são conversas importantes para se ter com as crianças, mas esperar até que alguma morte real aconteça pode ser tarde demais e tornar a experiência traumatizante”, aconselha.

Para você, qual foi a morte mais marcante nos desenhos da Disney? Deixe sua opinião nos comentários.