Estrela pop do Afeganistão foge em avião de carga dos Estados Unidos

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Aryana Sayeed, 36, jurada da versão afegã do The Voice, compartilhou nas redes sociais a sua fuga do Afeganistão em um avião de carga dos Estados Unidos. As mulheres temem a perda de direitos com a chegada do Taleban ao poder no país.

A artista publicou uma foto, ao lado do marido, dentro do avião de carga americano fazendo um sinal de vitória Na imagem, é possível ver a bandeira americana ao fundo e o espaço lotado por pessoas sentadas no chão.

"Estou bem e viva e depois de algumas noites inesquecíveis cheguei a Doha, Qatar e estou aguardando meu eventual voo de volta para casa em Istambul'', escreveu a mulher a 1,3 milhão de seguidores no Instagram.

Depois, o marido da artista, o produtor Hasib Sayed, publicou um vídeo da cantora dormindo para dizer que ela adormeceu no momento em que entrou no avião que os levaria do Catar para a Turquia.

"Eu estava apenas olhando para ela e me lembrando como tão bravamente e destemidamente ela lidou com os momentos mais recentes, mais difíceis e mais perigosos de sua vida", escreveu o marido da cantora.

Sayed escreveu ainda que para muitas pessoas sua mulher pode ser apenas uma artista com uma bela voz e um talento excepcional. "Mas para mim, ela é uma campeã destemida que muitas vezes foi um modelo até para mim. Vou deixá-la dormir em paz por enquanto, porque logo ela terá muitas histórias para contar".

A cantora tem sido uma apoiadora do exército afegão e declarou isso muitas vezes antes do Taleban tomar o país. Outras mulheres como Salima Mazari, uma das primeiras governadoras do país, já foram presas.

Mazari foi uma crítica aberta do Taleban durante seu tempo como governadora do distrito de Hazara e há temores de que o Taleban possa executá-la.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos