Estreia no ‘Só Toca Top’ marca consolidação de Maiara e Maraisa: 'Viemos para ficar'

Bárbara Saryne
Foto: Reinaldo Marques/Globo
Foto: Reinaldo Marques/Globo

Quando Maiara e Maraisa deram seus primeiros passos na carreira artística existia o medo de a fama ser passageira. A dupla trabalhou muito para emplacar hits na sequência, planejar shows e organizar uma agenda. Trabalho nunca era negado.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Neste sábado (29), as gêmeas do Mato Grosso entram numa nova fase. Elas vão assumir a apresentação da nova temporada do ‘Só Toca Top’, na Rede Globo, e enxergam o trabalho como prova que todo esforço valeu a pena.

Leia também

É como se fosse, nas palavras de Maiara, a “coroação” desse momento bom, a hora de olhar para trás e respirar com alívio ao ver o caminho percorrido e o fim de uma vida inteira tentando provar talento e capacidade.

“Acho que conseguimos mostrar que viemos para ficar e o ‘Só Toca Top’ veio a calhar bem nesse momento. Nos dois primeiros anos de carreira, a gente corria muito para provar para os outros que não éramos cantoras de um hit só. E graças a Deus isso acabou. Ainda tem o frio na barriga, a vontade de fazer coisas novas, mas não é mais a mesma pressão, a mesma correria”, afirma Maiara.

Ela e a irmã têm o objetivo de apresentar o programa de maneira bem descontraída, assim como são em suas vidas, mas deixam claro que não pensam em investir na carreira de apresentadoras no futuro.

Foto: Reinaldo Marques/Globo
Foto: Reinaldo Marques/Globo

A ideia, segundo elas, é valorizar um programa que dá visibilidade para novos talentos e aprender coisas novas, principalmente o que envolve a música.

As primeiras gravações, inclusive, já proporcionaram alguns momentos importantes para as estrelas do sertanejo. Trabalhar melhor a imagem e os looks foi um exemplo dado pelas gêmeas. Além disso, Maiara e Maraisa conheceram Lulu Santos e Nando Reis, cantores que admiram muito, no palco do programa.

“É muito bom quando a TV dá espaço para a música brasileira. É importante para um artista em início de carreira ou até mesmo para aqueles com muito tempo de estrada. Incentiva a continuar batalhando, porque muitas vezes temos vontade de desistir. Nós mesmas já passamos por isso”, explica Maraisa.

Além do sertanejo, que nem é preciso dizer que está sempre na playlist das artistas, as cantoras também curtem outros estilos musicais. Maiara, embora seja eclética, enfatiza o apreço pela MPB, já Maraisa fala bem do pop nacional e internacional.