Estreia em Los Angeles 'House of the Dragon', série derivada de 'Game of Thrones'

A aguardada "House of the Dragon", série que antecede os eventos de "Game of Thrones", teve sua estreia mundial em Los Angeles, nesta quinta-feira (28), deixando para trás as decepções da última temporada de sua antecessora.

"Thrones", com sua mistura única de fantasia, violência, política medieval e dragões, tornou-se um fenômeno global que cativou o público e arrebatou prêmios de televisão, mas seu final foi muito questionado por fãs e críticos.

"É uma pena que tenham se sentido tão decepcionados (...) mas quatro anos se passaram e esta é uma história diferente", disse Miguel Sapochnik, diretor de vários episódios de "Game of Thrones", que voltou para a nova série.

"Agora terão a oportunidade de viver uma experiência diferente. Espero que o façam", comentou à AFP no tapete vermelho do evento.

Os detalhes da trama do primeiro episódio de "House of the Dragon", que entra no catálogo da HBO Max em 21 de agosto, permanecem um mistério. Por enquanto, sua exibição teve uma recepção brilhante no recém-inaugurado Museu da Academia de Los Angeles.

Ambientada anos antes no mesmo universo dos livros de fantasia de George R.R. Martin, "House of the Dragon" retrata os dias de glória dos ancestrais de personagens populares de "Game of Thrones", como Daenerys Targaryen.

"Enquanto o 'Game of Thrones' original abordava várias família diferentes espalhadas por vários continentes, a nossa é uma história muito mais íntima", disse Sapochnik.

"É realmente sobre a dissolução de uma família. Então, de certa forma, não foi difícil ser diferente", acrescentou o diretor.

Ryan Condal, criador e showrunner de "House of the Dragon", explicou à AFP que foi "muito difícil" terminar "Game of Thrones", mas que é "algo totalmente novo, que se passa 170 anos no passado".

"Acredito que houve um processo de luto para os fãs", comentou. "Passaram 10 anos com esses personagens, cresceram com eles".

No entanto, Condall diz acreditar que exista "uma base de fãs realmente forte" para a nova série.

Em "House of the Dragon", Paddy Considine interpreta o bondoso rei Viserys, enquanto Matt Smith dá vida ao papel de seu ambicioso irmão, o príncipe Daemon.

Milly Alcock e Emma D'Arcy interpretam duas versões da única filha do rei, a princesa Rhaenyra, com a linha do tempo do programa abrangendo pelo menos uma década.

Olivia Cooke, que desempenha um papel fundamental como Alicent Hightower, a melhor amiga de Rhaenyra, disse que era "assustador" pensar em como o final da série original foi recebido ou como isso pode afetar sua sucessora.

"É difícil agradar todo mundo", afirmou Cooke. "Eu realmente não pensei sobre isso (...)  Estou super orgulhosa (da série)."

amz/aha/afa/ll/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos