'Estou feliz', Júlia Gama consola fãs após segundo lugar no Miss Universo

·5 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após ficar em segundo lugar no Miss Universo, a gaúcha Julia Gama, 27, consolou os fãs. Logo após a final, realizada na noite deste domingo (16), a Miss Brasil postou em seu perfil nas redes sociais uma série de vídeos falando sobre o concurso.

Ela agradeceu muito aos seus apoiadores, disse que está feliz e também comentou sobre a decepção dos brasileiros sobre a vitória da mexicana Andrea Meza, 26.

"Quero comentar com vocês que eu sei que nem todos estão satisfeitos com o resultado, nem tudo saiu exatamente como havíamos planejado. Mas eu estou muito feliz com esse resultado, ele já significa muito pra mim", começou.

"E eu quero desejar só o melhor para a Andrea porque certamente é o que faz parte da história dela", publicou a modelo na durante a madrugada de segunda-feira (17).

Para Meza, Gama desejou muitas coisas boas e pediu aos fãs respeito. "Que ela [Andrea] viva então um reinado maravilhoso. Que ela seja uma Miss Universo memorável e que seja muito feliz com esse título. Assim como eu vou ser muito feliz com meus planos e projetos futuros", disse.

E completou: "Mesmo que alguns estejam frustrados de alguma forma, eu quero pedir muito respeito com ela. Que a gente apoie, como vocês sempre fizeram comigo e com todas as outras candidatas. É isso que ela precisa receber agora para fazer o melhor com esse título. E é o que eu espero que aconteça: que ela use o título para ajudar pessoas e para dar voz para causas."

O perfil da brasileira no Instagram deu um salto de seguidores após a final. O número subiu de 190 mil, desde as 21h da noite de domingo (16), para 368 mil até a publicação deste texto. Por isso, para atingir os novos fãs, ela fez questão de gravar, além de português, em inglês e espanhol.

Ainda sobre a final, a agora vice Miss Universo comentou que se sentia muito honrada pela oportunidade de representar o país. "Que noite inesquecível, que noite intensa, que mix de emoções dentro de mim que nunca vou conseguir traduzir. Eu tenho certeza de que muitos de vocês sentiram elas junto comigo", comentou Gama, emocionada.

"E o que eu quero é que vocês tenham sentido todo o meu amor naquele palco. Eu quero dizer que para sempre representar o Brasil vai ser uma das maiores honras da minha vida e eu fiz isso com muito amor", concluiu.

O CONCURSO

Sem presença de público por conta da pandemia de Covid-19, o show da final aconteceu em um hotel de Hollywood, na Flórida (EUA), em uma localidade próxima de Miami. Com Meza vencedora e Gama em segundo lugar, em terceiro posto ficou com a Miss Peru, Janick Maceta, 27.

Completaram o top 5 as representantes da Índia, Adline Castelino, 22, e a da República Dominicana, Kimberly Jiménez, 24.

No grupo de dez semifinalistas ficaram ainda as misses Austrália, Costa Rica, Jamaica, Porto Rico e Tailândia. Confira as classificações completas ao fim do texto.

Gama impactou a banca do júri, formada 100% por mulheres, ao discursar na final, em inglês perfeito, sobre saúde mental. "É um tópico ainda bastante estigmatizado e, por isso, não conseguimos falar abertamente sobre ele. Mas para todos aqui esta noite eu peço, lembrem disso: Por favor, vamos normalizar conversas sobre ansiedade e depressão. Vamos apoiar uns aos outros e compartilhar empatia", discursou.

Antes disso, ela respondeu uma pergunta de uma das juradas sobre liderança feminina. "Mulheres são uma parte muito importante da sociedade e, mesmo que a gente não seja encorajada a ter o mesmo valor que os homens, precisamos ocupar nosso lugar", destacou.

Especialistas consultados pelo jornal Folha de S.Paulo acertaram quando apostaram que a Miss Brasil poderia ser uma das vencedoras deste ano. Segundo eles, apesar de não ser favorita, a miss era uma das mais bem preparadas entre as 74 candidatas. Em entrevista prévia ao F5, Gama dizia que já se sentia a Miss Universo.

A Miss México recebeu a coroa das mãos da sul-africana Zozibini Tunzi, 25, a Miss Universo 2019. A partir de agora, a vencedora vai morar durante o reinado em Nova York, onde fica a organização do concurso. Enquanto Tunzi teve um dos reinados mais longos da história, já que foi estendido por conta da crise sanitária, Meza pode ter um dos mais curtos.

Isso porque esta edição do concurso é referente ao ano de 2020, e em dezembro próximo deve acontecer a etapa de 2021. Apesar disso, nada ainda foi oficializado pela organização do concurso.

No Brasil, a transmissão ficou por conta da TV paga, pelo canal TNT, e pela internet. Nenhuma emissora aberta no Brasil decidiu exibir a final deste ano desde que a Band abriu mão da parceria que tinha para realização da etapa nacional.

TOP 5 - finalistas

Brasil, Julia Gama, 27 Índia, Adline Castelino, 22 México, Andrea Meza, 26 Peru, Janick Maceta, 27 República Dominicana, Kimberly Jiménez, 24

TOP 10 - semifinalistas

Austrália, Maria Thattil, 28 Brasil, Julia Gama, 27 Costa Rica, Ivonne Cerdas, 28 Índia, Adline Castelino, 22 Jamaica, Miqueal-Symone Williams, 24 México, Andrea Meza, 26 Peru, Janick Maceta, 27 Porto Rico, Estefanía Soto, 29 República Dominicana, Kimberly Jiménez, 24 Tailândia, Amanda Obdam, 27

TOP 21 - semifinalistas

Argentina, Alina Luz Akselrad, 22 Austrália, Maria Thattil, 28 Brasil, Julia Gama, 27 Colômbia, Laura Olascuaga, 25 Costa Rica, Ivonne Cerdas, 28 Curaçao, Chantal Wiertz, 22 Estados Unidos, Asya Branch, 23 Filipinas, Rabiya Mateo, 24 França, Amandine Petit, 23 Grã-Bretanha, Jeanette Akua, 29 Índia, Adline Castelino, 22 Indonésia, Ayu Maulida, 23 Jamaica, Miqueal-Symone Williams, 24 México, Andrea Meza, 26 Mianmar, Thuzar Wint Lwin, 22 Nicarágua, Ana Marcelo, 24 Peru, Janick Maceta, 27 Porto Rico, Estefanía Soto, 29 República Dominicana, Kimberly Jiménez, 24 Tailândia, Amanda Obdam, 27 Vietnã, Khánh Vân Nguyen, 26