“Essa m*rda me irrita”, diz Katherine Heigl sobre sua má fama em Hollywood

Catharina Dourado
·2 minuto de leitura
Atriz foi rotulada como uma mulher
(Reprodução)

Em entrevista ao The Washington Post, Katherine Heigl abriu o coração para falar sobre a má fama de “difícil” que ganhou nos bastidores de Hollywood. A atriz, mais conhecida por ter interpretado Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy“, contou que os rótulos afetaram sua saúde mental.

Tudo começou quando a atriz classificou a comédia “Ligeiramente Grávidos” (2007), de Judd Apatow, como “um pouco sexista”. A história se intensificou quando, um ano depois de ganhar um Emmy por “Grey’s”, Heigl decidiu se abster das submissões para os prêmios de 2008 porque ela “não senti que recebi o material nesta temporada para justificar uma indicação ao Emmy”.

Ela também reclamou sobre trabalhar 17 horas por dia na série em 2009, quando sua própria agenda possivelmente era a culpada. Esses e outros comentários montaram a fama de “mulher difícil” que a perseguiu durante anos na indústria cinematográfica. “Na época, rapidamente me disseram para calar a p*rra da boca”, contou a atriz na entrevista.

“Posso ter dito algumas coisas de que você não gostou, mas então isso evoluiu para ‘ela é ingrata’, que evoluiu para ‘ela é difícil’ e isso evoluiu para ‘ela não é profissional’. Qual é a sua definição de difícil? Alguém com uma opinião que você não gosta?”, questionou Heigl. “Agora, eu tenho 42 anos, e essa m*rda me irrita”, completou.

Essa pressão fez com que a ansiedade contra a qual ela lutava desde a adolescência começasse a aumentar. Em 2016, depois do nascimento de seu filho e de outro surto de ansiedade, Heigl começou a consultar um terapeuta, foi diagnosticada e passou a tomar medicamentos.

“Eu sentia que preferia estar morta. Não percebi quanta ansiedade estava vivendo até que fiquei tão mal que realmente tive que procurar ajuda”, comentou a atriz.

Hoje, aos 42 anos, Heigl sente que está no controle. “Eu me sinto mais feliz do que aos 35, aos 25”, disse.

Sua nova série, “Firefly Lane“, chega à Netflix no dia 3 de fevereiro. A produção é baseada no livro de Kristin Hannah e traz Heigl interpretando a apresentadora de talk-show fictício Tully Hart. Assista ao trailer: