Dieta mediterrânea é a que você deve seguir para emagrecer em 2023, segundo a ciência

Um novo estudo, publicado no jornal científico Clinical Nutrition ESPEN, mostrou que a dieta mediterrânea pode ser a mais eficaz

Perder peso ou ter um estilo de vida mais saudável quase sempre estão entre as metas estabelecidas no começo do ano. Mas para que essa resolução seja de fato cumprida, é preciso se manter firme no processo e saber usar as estratégias certas. A dieta é uma delas e existe um tipo que, segundo a ciência, é o mais eficaz para o emagrecimento: a dieta mediterrânea.

Conhecida por ser um dos padrões alimentares mais saudáveis do mundo, a dieta mediterrânea é caracterizada pelo consumo de alimentos ricos em fibras, vitaminas, proteínas e minerais e, principalmente, gorduras boas, excluindo produtos industrializados. Entre os alimentos que fazem parte dessa alimentação estão peixes, azeite de oliva, oleaginosas, frutas, legumes, grãos integrais, leguminosas, vinho tinto, queijos e iogurtes.

Um novo estudo, publicado no jornal científico Clinical Nutrition ESPEN (European Society for Clinical Nutrition and Metabolism), mostrou que a dieta mediterrânea pode ser a mais eficaz para a perda de peso e para sua manutenção a longo prazo. O trabalho buscou comparar os efeitos dessa dieta a outras quatro estratégias que envolviam o jejum intermitente.

Os pesquisadores, então, recrutaram 360 pessoas, com idades entre 18 e 65 anos, que estavam em sobrepeso ou eram obesas. Por meio de entrevistas, os participantes relataram seus níveis de atividade física, seus hábitos alimentares e suas medidas antropométricas.