Jesus é negro e Deus está na suruba no especial de Natal do Porta dos Fundos

·1 min de leitura
Cena em que Jesus encontra seu pai, Deus, em uma suruba (foto: reprodução / Youtube Porta dos Fundos)
Cena em que Jesus encontra seu pai, Deus, em uma suruba (foto: reprodução / Youtube Porta dos Fundos)

Resumo da Notícia:

  • O Especial de Natal do Porta do Fundos contará a adolescência de Jesus em animação

  • Jesus Cristo é mostrado como um adolescente que quer se enturmar e vai até um bordel

  • "Te Prego Lá Fora" chega à plataforma de streaming no dia 15 de dezembro

O tradicional especial de Natal do Porta dos Fundos está prontinho para estrear no próximo dia 15. “Te Prego Lá Fora” será disponibilizado pela Paramount+ pela primeira vez e faz parte do grupo que controla a produtora do longa.

Em formato de animação, o longa conta a história de Jesus na adolescência, período da vida do messias que não é retratado na bíblia. Em livre interpretação, os roteiristas da produtora contam como seria a vida do adolescente ao entrar para a Escola Municipal Eva e Adão.

Tentando se distanciar da figura benevolente e pacífica, ele se une aos valentões da instituição e começa a agir diferente. Ao acompanhar os novos amigos a um bordel, ele chega a dizer “isso não é de Deus” ao pisar no local. Mas seu amigo prontamente responde: “Na verdade aquela mais alta ali é a exclusiva de Deus.”

Na cena seguinte divulgada no trailer ele entra em um quarto e seu Pai está na cama com mais três mulheres: “Jesus!”, se surpreende o suposto criador. No mesmo momento que vê o filho ele faz as companheiras de prazer desaparecem.

Jesus é dublado por Rafael Portugal e o longa também conta com a participação das vozes de João Vicente, Gregório Duvivier, Thati Lopes e Fábio Porchat. A classificação indicativa do filme é para maiores de 18 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos