Entre camadas de plástico, um beijo: fotógrafo mostra a realidade pós-pandemia

Casal de idosos troca um beijo entre camadas de plástico e proteção após mais de 3 meses longe (Foto: Instagram/Emilio Morenatti)

A pandemia de coronavírus ainda parece longe de terminar, mas os seus efeitos no dia a dia das pessoas já são perceptíveis. Se não, os registros do fotógrafo Emilio Morenatti podem fazer você mudar de ideia e simpatizar com as diferenças de comportamento que a crise mundial trouxe. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Em cliques postados na sua página no Instagram, Emilio mostra o dia a dia na Espanha, que recentemente levantou a ordem de lockdown depois de três meses e permitiu que seus residentes transitassem livremente mais uma vez.

Em uma das fotos mais emocionantes publicadas até agora, Emilio registra um casal de idosos trocando carinhos de uma forma bem diferente: usando máscaras, proteções plásticas que vão até acima dos cotovelos e com uma proteção no meio, os dois se abraçam e se beijam. 

Leia também

"Agustina Cañamero, 81, e Pascual Pérez, 84, se abraçam e beijam por meio de um filme plástico para evitar o contágio pelo novo coronavírus em uma casa de repouso em Barcelona, Espanha", escreveu o fotógrafo na legenda. 

Segundo ele, o centro de idosos Ballesol Fabra i Puig instalou essas telas para retomar a visita de parentes e familiares depois de 102 dias de um lockdown rígido que manteve todos à distância. "Ela e o marido caíram em lágrimas enquanto se beijavam por meio de camadas de máscara de proteção e o filme plástico transparente, Agustina disse que o casal nunca passou tanto tempo sem contato físico em 59 anos de casamento". 

Em outro clique, Emilio conta a história de Dolores Reyes Fernández, de 61 anos, e seu pai, José Reyes Lozano, de 87, que se abraçaram pela primeira vez usando todo o aparato de proteção depois de quase quatro meses longe um do outro. De acordo com o fotógrafo, as casas de repouso foram particularmente afetadas pelo coronavírus, que causou mais de 28 mil mortes em toda Espanha, até o momento. 

Emilio ainda registrou o ensaio de músicos no Gran Teatre del Liceu, em Barcelona. Uma curiosidade é que o teatro vai voltar a abrir, porém, as apresentações serão transmitidas online. No meio tempo, os lugares do público serão ocupados quase que em sua totalidade por plantas. A foto é, no mínimo, impressionante.