Escritora Hilary Mantel quer deixar Reino Unido e ser europeia de novo

·1 minuto de leitura
Escritora britânica Hilary Mantel, em Londres, em 4 set. 2020 (AFP/Isabel Infantes)

A romancista britânica Hilary Mantel disse que pretende solicitar a cidadania irlandesa para "voltar a ser europeia", abandonando o Reino Unido, que deixou a União Europeia (UE) em 31 de janeiro de 2020.

Criticando a monarquia, que "a deixa perplexa", a escritora afirmou que "se sente melhor em uma república", conforme entrevista publicada neste sábado (4) pelo jornal italiano La Repubblica.

"Espero poder fazer em breve o percurso inverso da minha família e me tornar irlandesa", explicou Mantel, que é de origem irlandesa pelo lado dos avós.

Esse projeto foi "interrompido" pela pandemia da covid-19, relatou a romancista, de 69 anos, duas vezes ganhadora do prestigioso prêmio literário Man Booker pelos dois primeiros volumes de sua trilogia sobre Thomas Cromwell, ministro do rei da Inglaterra Henrique VIII.

Apesar de apreciar o lugar onde vive, "à beira-mar" no sudoeste da Inglaterra, a romancista explica que "sente a necessidade de fazer as malas o mais rápido possível e voltar a ser europeia".

Para ela, o Reino Unido é "uma construção artificial e precária".

Na mesma entrevista, a autora critica o primeiro-ministro Boris Johnson, defensor ferrenho do Brexit, com quem cruzou várias vezes.

"Não deveria estar na vida pública, e tenho certeza de que sabe disso", frisou, expressando sua "vergonha de viver em uma nação que elegeu este governo".

Mantel também classificou os pró-Brexit de "oportunistas imaturos, hipócritas e, com frequência, ridículos".

O Brexit gerou um aumento no número de pedidos para obtenção de cidadania irlandesa por parte de ingleses nascidos no Reino Unido, os quais desejam preservar sua liberdade de circulação na UE.

pau/ia/mab/me/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos