Não pisa no meu boot: 6 erros comuns que podem estragar seu sneakers

Natália Eiras
·3 minuto de leitura
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Por Natália Eiras (@naeiras)

Comprar um sneaker de respeito para completar o look é uma delícia, mas, caso você não tome alguns cuidados, ele pode durar muito menos do que deveria pelo preço que você pagou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

E não basta investir rios de dinheiro para garantir durabilidade. Alguns hábitos muito comuns que temos pode acabar diminuindo a vida útil do sneaker. O Yahoo te conta alguns costumes que podem estragar seu boot:

Leia também

1- Tirar o tênis com o pé

Esse é um clássico: chegou em casa e já quer se jogar no sofá. Para isso, é preciso tirar o tênis. A preguiça é tanta que você não desamarra o calçado e já vai tirando-o usando a ponta de um dos pés. Você já viu esse pecado acontecer muitas vezes, mas ele deveria ser proibido na casa de fanáticos por tênis. É que, ao tirá-lo dessa forma, você força os ilhoses do cadarço com o peito do pé, o que pode estragar o cabedal e deixar marcas no couro do acessório. Isso sem falar que arranha o calcanhar do tênis e pode descolar a entressola. Prefira, então, tirar com a mão, sempre tendo o cuidado de desamarrar e afrouxar o cadarço antes de retirar o calçado.

2- Deixar o tênis encardir

Por muito tempo, o tênis branquíssimo era até meio brega, então a gente sempre acabava deixando ele dar uma sujada. Ou, mesmo gostando dele bem limpinho, a preguiça fala mais alto e deixamos uma marquinha ou outra passar. Tudo isso pode encardir o seu tênis. O ideal é que, a cada uso, você faça uma limpeza de manutenção usando um pano úmido ou um lencinho umedecido. Isto ajuda a evitar que seja necessária uma lavagem mais pesada, cujo processo pode deixar o tênis com cara de desgastado.

3- Deixar meia dentro do tênis

Ao usar um tênis o dia todo, o seu pé transpira ali dentro, umedecendo, mesmo que levemente, a meia. Agora imagina o que pode acontecer quando você deixa a meia usada ali dentro? O hábito de manter o acessório no calçado pode criar umidade dentro dele, aumentando a proliferação de bactérias que causam o chulé. O ideal é, em vez da meia, deixar papel dentro do produto para evitar umidade e manter o formato do sneaker enquanto ele estiver guardado.

4- Guardar tênis molhado

Saiu na chuva, molhou o tênis e chegou em casa. Não coloque ele direto dentro do armário. É importante que, antes de ser armazenado, o sneaker fique em um lugar arejado para que seque. Ao guardá-lo ainda molhado, o tênis, principalmente os feitos de materiais como camurça e couro, podem mofar.

5- Guardar tênis na sacola de mercado

Este é um hábito muito comum em casas brasileiras. Acreditamos que, ao colocar o tênis em uma sacola plástica, evitaremos que ele fique cheio de pó. Talvez, mas podemos também ajudar que o sneaker, principalmente os feito de couro, embolore. Esse tipo de tênis precisa ficar em um local arejado, já que o couro tem que respirar. Dentro da sacola, o calçado fica em um espécie de estufa, o que faz com que o bolor apareça.

6- Usar tênis com numeração incorreta

Quem nunca comprou um tênis um pouco maior ou um pouco menor porque não tinha o seu número? O costume faz com que o sneaker não fique tão bonito no pé. Se ele for menor, ao lacear, o tênis perde o formato e fica deformado. Nada atraente, certo? Se for maior, por sua vez, o que fica fora de forma é o bico, que vai criar uma marca de dobra onde não deveria existir. Assim, o ideal é que, se for investir em um tênis, que ele seja na numeração adequada para que fique bonito por mais tempo.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube