Érbio Fotona: o que é o procedimento íntimo que virou queridinho de Núbia Oliiver

Núbia Oliiver fez o érbio fotona e contou a sua experiências nas redes sociais (Foto: Núbia Oliiver / Instagram)
Núbia Oliiver fez o érbio fotona e contou a sua experiências nas redes sociais (Foto: Núbia Oliiver / Instagram)

Núbia Oliiver é um livro aberto quando o assunto é a sua vida sexual, e já comentou mais de uma vez sobre um procedimento estético íntimo que decidiu fazer. O Laser Érbio Fotona ganhou fama desde então, mas se você não sabe o que ele é ou para quê serve, nós explicamos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Segundo a Dra. Ana Carolina Lúcio Pereira, médica ginecologista e obstetra, o fotona "se utiliza de disparos térmicos e controlados que ao entrarem em contato com a água existente na pele, dispara raios de luz de até 60°C causando vários efeitos de modificação no tecido da vagina".

Leia também

Isso significa que essa aplicação laser gera um acréscimo de colágeno na região, melhorando a morfologia, isto é, a estrutura e aparência externa, dos tecidos. Como resultado, esse procedimento pode melhorar a aparência da vulva e restabelecer a elasticidade vaginal, melhorando a sustentação da uretra, diminuindo perdas urinárias e até a flacidez na região - o que também pode ser refletido em mais prazer na cama.

O mais importante é que esse procedimento não foi concebido como algo para melhorar a aparência da região íntima feminina ou a sua vida sexual, mas é muito utilizado para tratamentos que vão desde uma correção de lesões mais simples, como aquelas causadas pelo HPV, até os mais complexos.

Como citamos acima, o érbio fotona não necessariamente é uma cirurgia íntima de cunho estético, mas tem outros objetivos, como melhorar a flacidez, corrigir o excesso de mucosa, funciona no tratamento de lesões de pele, flacidez vaginal e perda urinária.

O procedimento, em si, não tem contra-indicações ou riscos quando aplicados por profissionais treinados e especialistas em área genital, segundo a Dra. Ana. Uma questão, porém, é o preço do procedimento, que o torna pouco acessível até mesmo no caso de tratamentos médicos mais graves.

Outro ponto importante: dependendo do objetivo proposto e da própria recomendação médica, são necessárias outras sessões para reestimular a produção colágeno na região.

Érbio Fotona e a cirurgia íntima no Brasil

Foto: Reprodução/Instagram@the.vulva.gallery
Foto: Reprodução/Instagram@the.vulva.gallery

Muitas vezes, a escolha por procedimentos estéticos como o érbio fotona tem um embasamento mais estético do que médico - ou seja, é totalmente ligado com questões de autoestima e aspectos culturais.

Em um relatório liberado em 2017, por exemplo, a Sociedade Internacional de Cirurgias Plásticas Estéticas (ISAPS), mostrou que o Brasil é o campeão em cirurgias íntimas no mundo - foram mais de 23 mil procedimentos de labioplastia (diminuição dos lábios vaginais) realizados só em 2016.

Não é novidade que as mulheres brasileiras vêm na cirurgia plástica uma solução para desconfortos em relação à sua própria imagem. Fora necessidades médicas, no geral o Brasil é o segundo país com maior número de cirurgias plásticas no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

O mais alarmante é que o número de procedimentos aumenta até 20% perto do Carnaval, um feriado que tem o costume, no Brasil, de explorar bastante o corpo feminino - principalmente quando se fala em mulheres que são destaque nos desfiles de escola de samba.

Dentre os procedimentos mais buscados por aqui, o aumento das mamas e a lipoaspiração são as mais populares - e outros dados impressionantes do ISAPS mostram que, no país, essas cirurgias são feitas com certa frequência em mulheres menores de 18 anos que apontam insatisfações com o próprio corpo - 18,6% dos cirurgiões plásticos afirmam no senso da sociedade que já fizeram procedimentos de aumento dos seios em jovens menores de idade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos