Erasmo Carlos venceu Grammy Latino cinco dias antes de morrer

Erasmo Carlos no Grammy Latino 2018. Foto: John Parra/Getty Images
Erasmo Carlos no Grammy Latino 2018. Foto: John Parra/Getty Images

Resumo da notícia:

  • Erasmo Carlos venceu Grammy Latino cinco dias antes de morrer

  • Cantor foi consagrado pelo álbum "O futuro pertence à ... Jovem guarda"

  • Ícone da Jovem Guarda morreu nesta terça-feira (22) aos 81 anos de idade

Erasmo Carlos foi reconhecido internacionalmente por sua música até os últimos dias de sua vida. Indicado ao Grammy Latino 2022 de Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa, o cantor venceu a categoria com o disco "O futuro pertence à ... Jovem guarda" cinco dias antes de morrer.

O ícone da Jovem Guarda nos deixou nesta terça-feira (22) aos 81 anos de idade. Já o anúncio dos vencedores da edição latina da maior premiação da indústria musical aconteceu na última quinta-feira (17).

Lançado em fevereiro de 2022, o último trabalho consagrado do artista reúne oito releituras de faixas lançadas entre 1964 e 1966.

O veterano da MPB desbancou Baco Exu Do Blues com "Qvvjfa?", Lagum com "Memórias (De Onde Eu Nunca Fui)" e Juçara Marçal com "Delta Estácio Blues".

No Instagram, o perfil de Erasmo chegou a se pronunciar sobre a nova conquista. "É tão importante entender o conceito, quanto ouvir a música… Existem várias formas de amor e eu preciso de todas. Obrigado a todos que contribuíram para mais essa vitória, esse Grammy é o reconhecimento do nosso trabalho. O Futuro Pertence à Jovem Guarda!", escreveu na legenda.

Vale lembrar que o Tremendão venceu um Grammy Latino pela primeira vez em 2014, quando levou a estatueta de Melhor Álbum de Rock Brasileiro com "Gigante Gentil". Em 2018, ele ainda foi um dos laureados da cerimônia com o Prêmio à Excelência Musical.