"Era acostumado a receber piada, discriminação e preconceito", diz Vyni do "BBB 22"

·4 min de leitura
Bacharel em direito e autointitulado
Bacharel em direito e autointitulado "influencer de baixa renda" no BBB22 (Imagem: Reprodução/ TV Globo)

Com seu jeito bem humorado e humilde, o bacharel em direito Vyni, de 24 anos, entrou no “BBB 22” diante da expectativa do público de que ele fosse um dos participantes favoritos da edição. Por conta disso, o jovem foi o brother da Pipoca a acumular mais seguidores no Instagram já na primeira semana e ultrapassou a marca de quatro milhões.

Mas, em pouco tempo, o cearense decepcionou por não se posicionar no jogo, não mostrar muito sobre quem era e foi julgado por supostamente forçar um jeito desastrado dentro do reality show. Eliminado há três semanas, Vyni avalia que sua postura retraída na casa foi consequência de críticas e rejeições que sofreu ao longo da vida, que o fizeram se sentir inferior e com baixa autoestima.

"Durante a minha vida inteira, o que eu era acostumado a receber, era piada, discriminação, preconceito... Todas as vezes que eu tentava me impor, sempre era visto como arrogante, como se eu não pudesse falar, sempre me colocaram dentro de uma caixinha e sempre que eu tentava sair, parecia que era errado. Então já cheguei lá dentro com esse pensamento, que eu poderia não ser gostado caso eu me impusesse", declarou.

Fora da casa, ele faz uma análise da sua participação, nega que suas trapalhadas tenham sido forçadas e explica por que deu a impressão de que se escondeu no jogo. "Entrei no BBB uma outra pessoa, fui para a casa armado, me preparando para não ser gostado, para que as pessoas tivessem algum problema comigo, só que quando cheguei lá foi justamente o oposto. As pessoas gostaram de mim, que era uma coisa que até então eu não estava acostumada a receber, esse tipo de carinho e afeto".

O ex-BBB nascido e crescido em Crato, interior do Ceará, saiu pela primeira vez do seu estado direto para o Rio de Janeiro, para participar do Big Brother, e conta que estranhou ser bem aceito pelos brothers. "Fiquei perdido, com medo de machucar as pessoas, sempre medi muito bem as minhas palavras. A partir do momento que todo mundo naquela casa gostava de mim, ficava muito mais difícil de encontrar justificativa para votar, para colocar uma plaquinha no Jogo da Discórdia e isso tudo meio que foi me fechando e atrapalhando", explica.

O influenciador digital de "baixa renda", como se intitula nas redes sociais, afirma que sempre foi acostumado a se colocar em segundo plano e a priorizar os outros, mas tirou uma grande lição do BBB 22: a de aprender a se amar cada vez mais.

"Isso lá dentro foi algo terrível, você tem que se colocar sempre em primeiro lugar. Conforme o jogo foi correndo, as pessoas foram falando para mim, eu comecei a perceber isso, realmente parece que eu tenho que mudar, mas não é do dia para a noite, é aos poucos. Só que lá na casa a gente não tem tempo, pelo menos um pouquinho saí me amando, gostando mais de mim, me aceitando mais".

Ao sair do BBB, Vyni se deu conta que, apesar do acolhimento dentro da casa, fora do programa o clima era diferente e parte do público o atacou nas redes sociais. "Sofri bastante hate aqui fora, mesmo sem eu ter feito mal a ninguém, sem eu ter feito nenhuma atitude errada. Foi uma coisa muito pesada, as pessoas escolheram alguém para tacar o hate, infelizmente foi em mim".

"Mesmo depois de tudo isso, consigo me enxergar como alguém mais forte, que é capaz de lidar com isso... É uma coisa que nunca vai acabar, sempre vai ter alguém para fazer um comentário ruim ou desnecessário. Sei que vão continuar existindo piadinhas, comentários homofóbicos, mas por que não posso pegar essas coisas e rir delas? A partir do momento que eu começar a entrar na brincadeira, isso vai perder o sentido", avalia.

Vyni fez botox e quer mudar o sorriso

Poucos dias após ser eliminado, o ex-BBB esteve na clínica do médico Danilo Bravo, que também atendeu Naiara Azevedo, e se submeteu a procedimentos estéticos. Feliz com o resultado, ele conta que pretende mudar também o seu sorriso.

"Sempre tem aquela coisinha para melhorar, fiz botox para tirar um pouquinho da linha de expressão, mais de um lado do rosto porque uma das marcas que as pessoas me acompanham pedem, é levantar a sobrancelha, fiz laser para melhorar as manchinhas e meu próximo passo será consertar e dar um novo visual para os meus dentes, fora isso, estou me adorando", ressalta.

Reta final do BBB

Após a saída de Vyni, o público mandou para casa a médica Laís Caldas, o estudante de Medicina Lucas Bissoli e a modelo Eslovênia. Ainda com nove participantes na casa, o reality começou a acelerar suas dinâmicas rumo à grande final no dia 26 de abril.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos