Equipe de Gusttavo Lima desmente que ele boicotará o Nordeste até janeiro

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 17.10.2022 - Os cantores Gusttavo Lima (c) e Leonardo se reúnem com o presidente Jair Bolsonaro (PL), em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 17.10.2022 - Os cantores Gusttavo Lima (c) e Leonardo se reúnem com o presidente Jair Bolsonaro (PL), em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Gusttavo Lima, 33, apoiador de Jair Bolsonaro (PL), teve de cancelar alguns shows que faria no Nordeste este final de semana por causa dos atos golpistas que impossibilitam a passagem por algumas rodovias pelo país.

Porém, sua equipe teve de desmentir boatos de que ele continuaria sem fazer apresentações nessa região do país até a posse de Lula (PT), em janeiro de 2023. "Isso não existe", declarou sua assessoria.

O boato de que Lima boicotaria o Nordeste, região que ajudou e muito a eleição do petista, foi publicado por uma conta no Twitter e repercutido por artistas como o ator Tuca Andrada. Com isso, o cantor acabou atacado por alguns perfis.

"O Nordeste não morrerá sem ele. Não precisamos dele. Suga fortunas de dinheiro em pequenos municípios. Fica longe do Nordeste", opinou um seguidor.

Houve também quem o tenha defendido. "Você acredita em Papai Noel? Você acha que o Gusttavo Lima iria falar isso? Para de ser massa de manobra da esquerda, coloca esse cérebro para funcionar", escreveu outro.