Entenda as diferenças entre femismo e feminismo

Redação Vida e Estilo
A group of feminists held on the afternoon of Saturday, May 24, 2014 the fourth edition of the "march of bitches" in Soo Paulo, Brazil. The event aims to fight for women's rights and combating domestic violence. (Photo by Taba Benedicto/NurPhoto) (Photo by NurPhoto/Corbis via Getty Images)
A luta feminista já trouxe muitos avanços na sociedade (Foto por: Taba Benedicto/NurPhoto) (Photo by NurPhoto/Corbis via Getty Images)

Em meio a onda de jovens engajados nas discussões sobre o papel da mulher na sociedade, dúvidas sobre os termos mais usados vêm crescendo na mesma medida. O feminismo e o machismo são os principais, apesar de seus significados não serem os mesmos entre si.

O feminismo é um movimento ideológico que propõe a igualdade de mulheres e homens em todos os setores, já o machismo se resume à supremacia do sexo masculino. A partir dessas diferenças, fica mais fácil entender o femismo.

Leia também:

O femismo é o machismo ao contrário

Em poucas palavras, é o equivalente a um machismo das mulheres. Enquanto muitos machistas pregam a superioridade dos homens sobre as mulheres e até o ódio (misoginia), o femismo apoia a misandria, ou seja, o desprezo aos homens.

Nesta luta entre sexos, o homem se utiliza do machismo em ações do dia a dia, colocando-se superior, diminuindo o papel feminino na sociedade e impondo ideias consideradas antiquadas e sexistas. Em resposta a isso, a mulher femista entende o homem como seu inimigo principal e busca superá-lo em todos os âmbitos.

Frases como “morte ao pênis” costumam ser entendidas como uma piada, porém, para este grupo, é uma ideia muito próxima da realidade e quase um mantra.

BARCELONA, CATALONIA, SPAIN - 2018/05/10: A protester is seen with his fist raised and the sign of the woman painted on his face. Under the slogan "it's not abuse, it's rape"  more than 5,000 high school and university students have demonstrated against the controversial sentence in the wake of the rape of a young woman in Pamplona (Spain).  A group of five young macho abused and raped a young woman during the traditional fiestas of Pamplona (Spain). The court has sentenced them to 9 years in prison but only for abuses when considering the non-existence of rape since there was no resistance on the part of the victim. (Photo by Paco Freire/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Mulheres de todo o mundo vão às ruas em luta pelos seus direitos (Foto por: Paco Freire/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Uma sociedade sem homens?

Biologicamente, seria impossível viver em uma sociedade sem homens - assim como também é inviável um mundo sem as mulheres. Por isso, estes grupos extremistas buscam se sobrepor e assumir o papel principal, seja no patriarcado e matriarcado.

As femistas buscam uma inversão de papéis: tirar a voz do homem nas decisões políticas, não permitir que eles tomem cargos altos, diminuição dos salários, dentre outros.

Feminismo é a luta por direitos iguais entre mulheres e homens

Em busca da sociedade igualitária, as feministas buscam conviver com o homem pacificamente em uma igualdade de direito. O movimento é uma luta diária para que as mulheres possam andar nas ruas sem medo de sofrer com o assédio de homens, assumam cargos graças à sua competência e com salários justos.

Completamente diferente do femismo, o feminismo entende que homens e mulheres podem e devem conviver no mesmo meio, desde que haja respeito e igualdade.